Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal diz que vaias para Djokovic foram injustas
03/09/2019 às 11h33

Nova York (EUA) - Classificado para as quartas de final do US Open após uma firme vitória em sets diretos para cima do croata Marin Cilic, o espanhol Rafael Nadal comemorou mais um bom resultado na competição. Na entrevista coletiva, ele também falou sobre as vaias ao sérvio Novak Djokovic quando este desistiu da partida contra o suíço Stan Wawrinka no começo do terceiro set.

“Não vi o final da partida, mas creio que Novak não mereça ser vaiado, ele é um grande atleta e se teve que desistir é porque não conseguiria continuar. Com certeza foi pior para ele do que para qualquer outro no estádio, pois perdeu mais uma oportunidade de ganhar outro Grand Slam em uma de suas melhores superfícies”, declarou o canhoto de Mallorca.

Sem precisar enfrentar um top 10 sequer até a final em Nova York, o espanhol terá como próximo adversário o argentino Diego Schwartzman, que derrotou o alemão Alexander Zverev nas oitavas, em um resultado que não surpreendeu Nadal.

“Ele é um dos mais talentosos do circuito, tem um controle incrível e é muito rápido. Sua compreensão de jogo é muito boa e não me surpreende que ele esteja nas quartas de final. Muitos davam Zverev como favorito, mas sempre apostei em Schwartzman, que fez uma ótima partida e está jogando fantasticamente bem”, comentou o número 2 do mundo.

Nadal agradeceu mais uma vez o apoio do público que encheu o Arthur Ashe Stadium e embalou sua vitória contra Cilic. “Esse apoio da multidão é incrível, sempre tive uma conexão especial com o público aqui em Nova York, que é muito enérgico e apaixonado”, agradeceu o espanhol, que terminou a partida com um ace a mais do que o croata.

“Para um grande sacador como ele, 10 aces não é grande coisa. Por sorte estou sacando bem, algo que melhorei bastante em meu jogo neste último ano. Consegui aumentar a velocidade do segundo serviço e isso me ajudou muito”, finalizou o vice-líder da ATP, que segue em busca de seu quarto título no Grand Slam norte-americano.

Comentários