Notícias | Dia a dia | US Open
Serena destaca sua velocidade e golpes afiados
04/09/2019 às 12h50

Nova York (EUA) - A norte-americana Serena Williams não teve muita dificuldade para superar as quartas de final no US Open, gastando somente 44 minutos para despachar a chinesa Qiang Wang na partida que abriu a rodada noturna do Artur Ashe Stadium desta terça-feira. Para ela, a movimentação cada vez melhor fez a diferença e ajudou bastante no resultado expressivo.

“Tenho trabalhado duro para jogar bem assim e conseguir esses resultados. Venho melhorando minha velocidade em quadra e fiquei contente como estava me movimentando. Por causa disso, consegui fazer ótimos golpes e não lhe dei muitas chances na partida”, comentou a norte-americana, que anotou 25 winners contra nenhum da rival chinesa.

Questionada sobre a torção no tornozelo sofrida na partida anterior, a caçula das irmãs Williams explicou que só foi mexer no pé para arrumar a proteção. “Não tenho dor alguma e a única coisa que fiz foi apertar a tornozeleira porque ela ficou um pouco frouxa”, contou a ex-número 1 do mundo.

Na semifinal ela medirá forças com a ucraniana Elina Svitolina, contra quem jogou cinco vezes, venceu as primeiras quatro e perdeu a mais recente, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. “Ela é uma grande lutadora, vai atrás de todas as bolas e não comete muitos erros. Terei que jogar muito bem se não quiser perder”, analisou a norte-americana.

Serena ainda falou um pouco sobre o que viu mudar no tênis desde que começou no circuito profissional. “Acredito que o esporte percorreu um longo caminho nestes últimos 20 anos e foi legal ver todas as mudanças. Sinto que lutamos muito durante anos para obter coisas e ainda temos um longo caminho para percorrer”, finalizou a dona de 23 títulos de Grand Slam.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series