Notícias | Dia a dia
Halep abre mão de disputar milionário torneio chinês
05/09/2019 às 17h50

A romena justificou sua ausência por conta de uma lesão no tornozelo

Foto: Divulgação

Zhengzhou (China) - Depois de ter sido eliminada ainda na segunda rodada do US Open, Simona Halep abriu mão de disputar o WTA Premier de Zhengzhou. O evento que distribui US$ 1 milhão em premiação e dá 470 pontos no ranking à campeã começa já na próxima segunda-feira e atraiu várias estrelas do circuito.

"Estou desapontada por não jogar o torneio de Zhengzhou, já que seria uma nova cidade para mim. Infelizmente, estou sentindo dores no meu tornozelo esquerdo e minha equipe médica me aconselhou que seria melhor não jogar na próxima semana. Desejo muito sucesso ao torneio em sua primeira edição e espero competir no ano que vem".

Apesar de o torneio começar apenas dois dias depois da final feminina do US Open, a lista de inscritas ainda conta com nomes como Karolina Pliskova, Kiki Bertens, Elina Svitolina e Aryna Sabalenka, além da número 18 do mundo e principal chinesa do ranking Qiang Wang.

A desistência de Halep beneficia a tcheca Tereza Martincova, 141ª do ranking, que entra diretamente na chave. Outras atletas que herdaram vagas no torneio são Fiona Ferro, Jelena Ostapenko e Jasmine Paolini. Já Anett Kontaveit, Maria Sakkari e Lesia Tsurenko desistiram da competição.

Nos últimos anos, a China ficou cada vez mais forte no calendário da WTA. O país é o único com torneios de todos os níveis no circuito da entidade. A partir de 2019, Shenzhen passa a receber o WTA Finals. O evento entre as oito melhores jogadoras da temporada será entre 26 de outubro e 3 de novembro.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis