Notícias | Dia a dia | US Open
Wilander dispara contra os 'bad boys' do circuito
06/09/2019 às 14h11

Nova York (EUA) - Ex-número 1 do mundo e dono de sete títulos de Grand Slam, o sueco Mats Wilander defendeu o bom comportamento dentro das quadras de tênis e disparou contra os ‘bad boys’ do circuito. Em entrevista ao Tennis 365, ele recriminou más atitudes e afirmou que o esporte não precisa de jogadores desse tipo.

“Os 'bad boys' parecem estar contentes com seu papel, mas não deveriam, o tênis é um esporte único e não deveria se permitir atitudes desse tipo”, comentou o sueco, que defendeu Daniil Medvedev apesar das críticas a jogadores que se comportam mal. Para ele, o russo apenas cutucou a torcida, mas não extrapolou em suas atitudes.

“Daniil é um bom garoto e apenas estava pegando essas vaias para conseguir mais vitórias. Todo mundo gosta de jogar com o público a favor, mas quando está contra também gera uma motivação extra para mostrar seu melhor e foi o que ele fez”, declarou Wilander.

O sueco também falou sobre as vaias que Medvedev e até o sérvio Novak Djokovic levaram durante esse US Open. “Nem todos os jogadores são recebidos da mesma forma. Há caras como Roger (Federer) e Rafa (Nadal) que sempre são aclamados pela multidão, mas com Novak é diferente, o público é mais volátil com ele”, analisou.

“Vaiar os jogadores não significa nada, os fãs vão à quadra para assistir tênis e quando não veem algo que não parece certo reagem dessa maneira. Isso não significa que o público seja contra ‘Nole’ ou Daniil. É algo que sempre aconteceu no US Open”, complementou o sueco.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series