Notícias | Dia a dia | US Open
'Não estou pensando apenas no recorde', diz Serena
07/09/2019 às 22h10

Serena perdeu as últimas quatro finais de Grand Slam, justamente quando estava muito perto do recorde

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Depois de perder a quarta decisão de Grand Slam consecutiva, Serena Williams foi perguntada se a busca pelo histórico 24º troféu de Slam tem prejudicado seu desempenho nas finais que disputa. Serena precisa de apenas mais um troféu para igualar a marca de Margaret Court, maior vencedora de Slam em todos os tempos.

Aos 37 anos e mãe de uma menina de dois anos, Serena tem reduzido seu calendário de competições, mas chegou às finais de Wimbledon e do US Open nas duas últimas temporadas e segue no top 10 do ranking. Após as quedas para Angelique Kerber, Simona Halep e Naomi Osaka, a algoz desta vez foi a jovem canadense de 19 anos Bianca Andreescu na final do US Open.

"Não estou necessariamente pensando no recorde. Estou apenas tentando ganhar mais títulos de Grand Slam. É definitivamente frustrante, mas ainda estou aqui e ainda estou fazendo o que gosto", disse Serena após a derrota diante de Andreescu por 6/3 e 7/5 neste sábado. Com o resultado, a canadense conquistou seu primeiro Slam.

Serena reconhece que não teve uma boa atuação na final do US Open, mas fez questão de destacar a boa partida de Andreescu. "É um pouco dos dois. Eu certamente deveria ter feito algumas coisas melhor, mas ela jogou muito bem e mereceu vencer. Acho que a Bianca sabe jogar muito bem sob pressão. Ela jogou muito bem em Indian Wells. Ela não era favorita lá, mas quando entra em quadra, bate forte na bola, faz winners e joga com muita intensidade. Assim como ela também jogou muito bem hoje".

"Acho que as devoluções dela me obrigavam a jogar melhor e pressionavam meu saque. Ao mesmo tempo, é imperdoável que eu tenha jogado nesse nível. Fiz minha pior partida no torneio", acrescentou a ex-número 1 do mundo, que disputou sua 33ª final de Grand Slam na carreira.

Quando Serena conquistou seu primeiro Slam, no US Open de 1999, Andreescu sequer havia nascido. A veterana de 37 anos foi perguntada sobre as semelhanças que vê entre ela e sua jovem adversária. "Somos parecidas porque nós duas somos lutadoras e muito intensas. É difícil descrever, mas acho que nós duas gostamos do que fazemos, mas ao mesmo tempo somos muito intensas no que fazemos".

Depois de um começo de segundo set muito ruim, Serena chegou a estar perdendo por 5/1, mas salvou um match point e conseguiu buscar o empate por 5/5, antes de perder os dois últimos games da partida.

"É difícil saber o que eu poderia fazer melhor. Eu estava pensando: 'Ok, Serena, você não perdeu o saque uma ou talvez duas vezes em todo o torneio, mas não consegue colocar o primeiro saque hoje'. Isso estava obviamente na minha cabeça. Por que eu joguei nesse nível em uma final? Mas, mais uma vez, acho que Bianca obviamente jogou bem".

Serena se referiu a si mesma em terceira pessoa para explicar que não jogou no nível que gostaria. "Acredito eu que poderia ter jogado melhor e que poderia ter feito mais. Acredito que poderia ter sido mais Serena hoje. Sinceramente, não acho que a Serena tenha aparecido. Tenho que descobrir como fazê-la aparecer nas finais do Grand Slam".

Comentários