Notícias | Dia a dia | US Open
Navratilova enaltece a longevidade de Serena
08/09/2019 às 13h26

Aos 37 anos, Serena se tornou a mais velha finalista de um Grand Slam

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Apesar da derrota de Serena Williams na final do US Open, a boa temporada da norte-americana e o fato de ela se manter em alto nível mesmo aos 37 anos foi destacada por uma das maiores lendas dos esporte. A também ex-número 1 do mundo Martina Navratilova enalteceu a longevidade de Serena, que disputou quatro finais de Gran Slam nas duas últimas temporadas.

"Vinte anos depois que Serena ganhou seu primeiro título de Grand Slam, no US Open de 1999, e apenas alguns dias antes de completar 38 anos, acho que ela está mostrando um pouco do melhor tênis de sua carreira, porque ela sabe o que fazer na quadra", avaliou Navratilova em sua coluna para o site da WTA.

"O fato de Serena ter conquistado seu primeiro título do US Open aos 17 anos, antes mesmo do nascimento de Andreescu (sua algoz no último sábado), e agora estar em outra final aos 37 anos, diz o quanto ela é uma grande jogadora. Sua longevidade, combinada com sua excelência, é fora da curva", comenta a vencedora de 18 títulos de Grand Slam.

Navratilova acredita que Serena conseguiu adaptar seu estilo de jogo e evoluiu tecnicamente ao longo dos últimos anos para se manter competitiva contra as jogadoras mais jovens. "Se ela perdeu alguma coisa com a idade, compensou isso aumentando constantemente o seu conhecimento sobre o esporte. E ela também melhorou sua técnica".

"Na minha opinião, ela está se movendo em quadra como sempre. Ela pode não ser tão rápida quanto antes, mas seu trabalho com os pés e sua técnica está melhor, além de ela ainda ter explosão. Também posso notar a melhora no forehand dela, o que a ajudou a diminuir o número de erros não forçados. E o saque sempre esteve lá e foi o ponto principal em que ela construía seu jogo".

Em 2019, Serena acabou superando um recorde de Navratilova ao se tornar a mais velha finalista de um Grand Slam na Era Aberta. Até então, a marca anterior datava de 1994, quando Navratilova foi vice em Wimbledon aos 37 anos e 258 dias. Serena disputou a final do US Open no último sábado aos 37 anos e 347 dias. Antes disso, já havia ficado com o vice em Wimbledon, aos 37 anos e 291 dias.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series