Notícias | Dia a dia | US Open
Frases: saiba o que comentam em Nova York
08/09/2019 às 17h03

"Esta não foi a primeira vez que eu visualizei jogando finais contra, na verdade, Serena Williams. Isso ter se tornado realidade, é coisa de louco. Acho que essas visualizações realmente funcionam."
Bianca Andreescu, depois de ganhar seu primeiro torneio de Grand Slam.

“Nunca tive esse dinheiro na minha vida.”
Andreescu sobre o prêmio de US$ 3,85 milhões.

“Sua maior arma é estar o mais preparado que puder. Acho que não perco uma partida desde março, então, minha confiança é muito alta no momento.Eu apenas não tomo nada como gratuito porque haverá semanas em que a gente vai perder. Mas no momento, estou nas nuvens."
Andreescu

“Quando faço meu jogo, acho que ninguém gosta porque eu jogo diferente das outras do circuito. Gosto de variar o ritmo, sempre fui assim e continuo melhorando isso."
Andreescu terminou 2018 em 178º lugar no ranking, subiu para 15º ao alcançar a final em Nova York e  vai aparecer no top 5 na segunda-feira.

"Acho que nunca fui tão comportada como agora, mesmo um ano atrás. Eu ficaria realmente deprimida, teria pensamentos muito negativos rodando na cabeça. Quebraria raquetes, gritaria comigo nos jogos."
Andreescu é uma leitora voraz de Tony Robbins e outros autores de livros de auto-ajuda e conhecimento, que ajudaram a desenvolver sua parte disciplina mental.

“Acho que poderia ter jogado melhor, que podia ter feito mais. Acredito que deveria ter sido mais ‘Serena’ hoje. Honestamente, não penso que Serena apareceu hoje. Tenho de descobrir como fazê-la surgir em finais de Grand Slam.”
Serena Williams, que perdeu todas as quatro finais de Grand Slam deste ano.

"Adoro muito esta sensação. Estou ansiosa pelo que posso fazer nos próximos anos."
Andreescu, de 19 anos, aos fãs.

"Parabéns @Bandreescu_! Você fez história e fez o país inteiro muito orgulhoso."
Justin Trudeau, primeiro ministro canadense no Twitter, cumprimentando Bianca Andreescu pelo seu primeiro título de Grand Slam, no US Open.

"Parabéns, garota! História canadense"
Eugenie Bouchard, a primeira jogadora canadense a ir a uma final de Grand Slam, em 2014 em Wimbledon, quando perdeu de Petra Kvitova.

"Ela é campeã! Parabéns, Bandreescu_ #WeTheNorth x #SheTheNorth"
Atual campeão da NBA, o Toronto Raptors transmutou seu slogan para homenagear Andreescu, tuitando a mensagem com uma foto da camiseta da equipe com seu nome, junto com foto do troféu da NBA.

"Parabéns @Bandreescu_ pela estupenda atuação e seu primeiro Grand Slam! A Romênia está muito orgulhosa de você."
Simona Halep, atual campeã de Wimbledon, cumprimenta Andreescu, cujos pais são romenos.

"Jogamos de forma estupenda nestas duas semanas, especialmente na semifinal e final. Sempre me divirto na quadra. Realmente, feliz de vencer de novo."

Jamie Murray, campeão de dupla mista do US Open ao lado da americana Bethanie Mattek-Sands, pelo segundo ano consecutivo. O experiente britânico de 33 anos ganhou o terceiro título seguido  em Nova York, já que em 2017, foi campeão ao lado da suíça Martina Hingis.

"Jamie, você esteve tinindo nas duas semanas. Nos divertimos bastante. Ele me mantém aterrada, eu sou cheia de energia."
Mattek-Sands, que também tem títulos da categoria: no Aberto da Austrália (2012, com o romeno Horia Tecau) e em Roland Garros (2015, com o americano Mike Bryan).

"Ela diz que eu sou ‘yin’ e ela o ‘yang’."
Murray, escocês de 33 anos, e Mattek-Sands vão dividir prêmio de US$ 160 mil.

Comentários