Notícias | Copa Davis
Suécia e Eslováquia garantem vaga, Portugal cai
14/09/2019 às 15h52

Mikaael Ymer deu o ponto decisivo para a Suécia na vitória em casa sobre Israel

Foto: Site oficial

Londres (Inglaterra) - Além do Brasil, que se classificou neste sábado pelo Zonal Americano, outros cinco países já estão assegurados no qualificatório para o Grupo Mundial da Copa Davis de 2020, marcado para março. Suécia, Eslováquia e Belarus avançaram pelo Zonal Europa/África, enquanto Uzbequistão se garantiu pelo Zonal Ásia/Oceania. Apesar da derrota de Dominic Thiem, a Áustria também se classificou.

Comandado pelo garoto Mikael Ymer, que venceu seus dois jogos de simples, o time sueco superou Israel de Dudi Sela em piso sintético coberto, dentro de Estocolmo. O terceiro ponto foi de Markus Eriksson, já que Elias Ymer está machucado e não participou.

Já Belarus conseguiu superar Portugal no quinto e decisivo jogo, quando Ilya Ivashka ganhou de Pedro Sousa, por 6/4 e 7/6 (7-4). Egor Gerasimov brilhou, com vitórias sobre João Domingues e do atual top 70 João Sousa. O duelo aconteceu em Minsk também sobre quadra dura coberta.

A Eslováquia optou pelo saibro e vitórias de Andrej Martin e Norbert Combos superaram por 3 a 1 a Suíça, que não teve nem Roger Federer ou Stan Wawrinka. Por fim, o Uzbequistão foi ao saibro de Jounieh, no Líbano, e só levou no quinto jogo.

Outro seis confrontos estão em andamento e só terminarão no domingo. Pelo Zonal Americano, o Equador já tem 2 a 0 sobre a Venezuela em piso sintético, mas em Doral, nos EUA. Em Montevidéu Pablo Cuevas venceu, mas a República Dominicana empatou. Na Europa, Hungia e Ucrânica empatam por 1 a 1 no saibro de Budapeste e os visitantes tchecos abriram 2 a 0 sobre a Bósnia no sintético coberto de Zenice.

No Zonal da Ásia a Coreia lidera sobre a China por 2 a 0 no piso sintético de Guiyang. O confronto entre Paquistão e Índia, previsto para a grama de Islamabad, foi suspenso devido à tensão na região e não tem data prevista.

Os 12 países que avançarem nos Zonais irão se juntar aos 12 derrotas na fase final do Grupo Mundial de novembro para que se forme o qualificatório de março.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series