Notícias | Dia a dia
Orlandinho sobe e tem o melhor ranking da carreira
16/09/2019 às 09h29

Miami (EUA) - A semana não começou muito positiva para o tênis brasileiro em relação ao ranking da ATP, não contando com um representante sequer no top 100 e agora somente com o cearense Thiago Monteiro no top 200. O número 1 do país perdeu duas colocações e agora é o 103º do mundo. Boa notícia pelo menos para o gaúcho Orlando Luz, que alcançou sua melhor marca.

Campeão no future de US$ 25 mil que aconteceu sobre o saibro espanhol de Sevilha, o gaúcho de 21 anos ganhou quatro posições na ATP e agora é o 355 do mundo. Ele também vai se firmando como um dos melhores do Brasil e já é o sexto do país no ranking e seguirá subindo quando forem computados, na próxima semana, os pontos da conquista na última semana.

O segundo brasileiro da lista é o mineiro João Menezes, que acabou perdendo oito lugares nesta semana e deixou o top 200, caindo para o 202º posto. Também desceu o paulista Rogério Silva, que amargou queda ainda mais acentuada de 25 colocações. Rogerinho também deixou os 200 primeiros e agora é o 224 do mundo.

Ainda à frente de Orlandinho estão o experiente Thomaz Bellucci e o jovem Thiago Wild. O canhoto de Tietê é o 312º, uma posição melhor que aquela ocupada na semana anterior, e o paranaense de 19 anos é o 334º, perdendo quatro lugares em relação ao ranking da semana passada.

Também se deram bem nesta semana o paulista Pedro Sakamoto, que ganhou 21 colocações e foi para o 363º lugar, e o gaúcho Guilherme Clezar, que recuperou 30 posições no ranking e agora é o 373º do mundo, ainda bem distante de sua melhor marca, a 153ª posição alcançada em agosto de 2015.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis