Notícias | Dia a dia
'Lesão foi mais séria que o esperado', diz Djokovic
16/09/2019 às 18h45

Djokovic ainda não sabe quando voltará a jogar

Foto: Arquivo

Kopaonik (Sérvia) - Depois de ter abandonado sua partida de oitavas de final no US Open por conta de lesão no ombro esquerdo, Novak Djokovic afirmou que o motivo para não ter continuado em quadra em Nova York é que o problema físico foi mais sério do que o esperado.

O sérvio já vinha sofrendo com o ombro desde a segunda rodada do Grand Slam norte-americano, mas conseguiu duas vitórias sobre Juan Ignacio Londero e Denis Kudla, mas acabou entregando os pontos no terceiro set contra Stan Wawrinka.

"Infelizmente, a lesão foi mais séria que o esperado. E isso me impediu de continuar o torneio em Nova York. É uma pena, por ter sido em um Grand Slam", disse Djokovic, em entrevista à tv sérvia RTS. Ele participava de um evento de sua fundação de caridade em Kopaonik e levou um fisioterapeuta para seguir com o tratamento.

O jogador de 32 anos e atual líder do ranking mundial ainda não sabe quando poderá voltar a jogar, mas espera manter seu planejamento inicial. Ele segue inscrito para o ATP 500 de Tóquio, que começa no dia 30 de setembro.

"Gostaria de poder dizer quando vou voltar a jogar, mas não sei exatamente. Estou monitorando diariamente os resultados da reabilitação e observando como o ombro responde à recuperação", avalia o sérvio. "Espero estar na quadra em uma semana ou duas. Em um cenário ideal, já no torneio de Tóquio".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis