Notícias | Outros
Bahia Juniors Cup começa nesta sexta em Salvador
18/09/2019 às 13h15

Natan Rodrigues volta para defender título dos 18 anos.

Foto: Juarez Mathias/Arquivo

Salvador (Bahia) - Começa nesta sexta-feira com a disputa da categoria 12 anos, a 35ª edição do Bahia Juniors Cup, um dos eventos mais tradicionais do tênis juvenil brasileiro e com pontos importantes no ranking mundial júnior. A categoria 12 anos conta pontos para o ranking nacional da Confederação Brasileira de Tênis e o primeiro final de semana será agitado com o qualifying do torneio mundial até 18 anos. Na segunda-feira inicia a chave principal, que irá até o sábado, dia 28. Também serão jogados na semana os torneios de 14 e 16 anos, valendo pontos para o ranking sul-americano (Cosat).

O tradicional torneio é disputado no Clube Bahiano de Tênis, que completa 102 anos em outubro, com entrada gratuita.  O Bahia Juniors Cup é o terceiro mais importante evento juvenil do país e maior competição do Norte/ Nordeste do Brasil. Serão 240 atletas de 11 países. Além do nosso país, estarão representados a Argentina, Uruguai, Chile, Bolívia, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Japão, República Tcheca e o Peru.

Destaque para o baiano Natan Rodrigues, de 17 anos, natural de Salvador, que conquistou o título dos 18 anos no ano passado, superando o catarinense Pedro Boscardin em duelo dos dois atletas do Time Guga. Natan disputou recentemente o US Open, tendo passado o quali, e Wimbledon, em que atingiu a segunda rodada. "Jogar em Salvador, na Bahia com a torcida, é muito bom. Espero repetir meu feito do ano passado, defender minha conquista e conto com a torcida. Estou muito entusiasmado de poder jogar lá", afirmou Natan, que foi cria do baiano Evaldo Silva e hoje treina com Thiago Alves, ex-top 100 profissional, em São José do Rio Preto (SP).

Além de Natan, a categoria 18 anos terá Maria Menezes e Gustavo Schwebel, que na temporada passada venceram jogos na chave principal do evento e vão em busca do título, atletas do Bahiano de Tênis, além de Thainá Carvalho, Julia Cantalino. Luana Paiva, campeã dos 12 anos em 2017 e vice dos 14 anos ano passado, marcará presença na competição. "É baiano, atual campeão do evento, top 100, presença do Natan vai engrandecer o evento, estamos muito felizes com seu retorno. Teremos outros bons baianos na disputa, Gustavinho Schwebel, Guilherme Cupertino, Júlia Cantalino, Thainá Carvalho, Victor Rocha um dos nomes para vencer nos 12 anos, Luana Paiva. Teremos boas chances de título", disse o diretor do evento Duda Catharino Gordilho, ex-tenista e presidente da Federação Baiana. Duda tem no histórico um duelo épico contra Gustavo Kuerten no torneio em 1993, quando perdeu a final dos 16 anos no terceiro set.

A competição tem tradição de revelar grandes nomes do tênis nacional. Por ela já passaram nomes como Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, André Sá, o ex-número 1 do mundo de duplas Marcelo Melo, Teliana Pereira e mais recentemente João Menezes, em 2012, que desponta este ano no profissional, sendo 210 do mundo, medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de Lima, no Peru. Outros fortes nomes recentes são Thiago Wild, campeão de 2017 e que ano passado venceu o US Open juvenil e está entre os seis melhores do país.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis