Notícias | Dia a dia
Sabalenka vence a 12ª em Wuhan e defende título
28/09/2019 às 07h55

Sabalenka venceu todos os jogos que disputou nos últimos dois anos em Wuhan

Foto: Divulgação

Wuhan (China) - Em sua segunda participação no WTA Premier de Wuhan, Aryna Sabalenka conquista mais uma vez o título no torneio chinês e defendeu 900 pontos no ranking mundial. Um dia depois de ter superado a número 1 do mundo Ashleigh Barty na semi, a jovem bielorrussa de 21 anos e 14ª do ranking venceu a norte-americana Alison Riske, 35ª do ranking, por 6/3, 3/6 e 6/1 em 1h54 de partida neste sábado.

Sabalenka venceu todos os doze jogos que disputou em Wuhan. Ela conquista seu quarto título no circuito e o terceiro na China. Além deste bicampeonato, ela também venceu o torneio de Shenzhen em janeiro, quando também superou Riske na final. Seu outro título foi conquistado em New Haven, no ano passado. A bielorrussa tem como melhor ranking da carreira o nono lugar.

Com ótimo desempenho no saque, Sabalenka disparou 18 aces na partida deste sábado. A bielorrussa se tornou a primeira jogadora a defender o título em Wuhan. Ela também se junta a Petra Kvitova entre as maiores campeãs do torneio, que teve sua sexta edição. A canhota tcheca foi campeã em 2014 e 2016.

Superada por Sabalenka na final, Riske vive o melhor momento da carreira aos 29 anos. A norte-americana já venceu quatro top 10 na temporada e derrubou Elina Svitolina e Petra Kvitova nesta semana. Com a boa campanha, debutará no grupo das 30 melhores jogadoras do mundo.

Apesar de o primeiro game da partida ter sido um pouco complicado, com dois erros seguidos e saindo de 0-30, Sabalenka conseguiu escapar ilesa. Com mais potência nos golpes, a bielorrussa conseguia pressionar o saque de Riske e mandar nos pontos. Não demorou para que a atual campeã tivesse suas primeiras chances de quebra e aproveitasse uma delas para já abrir 3/1.

Sabalenka chegou a liderar por 5/1, depois de ter vencido quatro games seguidos. Ela vinha de dois games de serviço muito tranquilos, mas fez duas duplas-faltas quando sacava para fechar e foi quebrada. Na sequência, Riske fez seu melhor game de saque até então e diminuiu a diferença. Na segunda oportunidade de definir o set, Sabalenka voltou a correr riscos por conta das devoluções profundas de Riske. Ainda assim, conseguiu fechar a parcial. Em 35 minutos, a bielorrussa liderou a contagem de winners por 17 a 6 e cometeu 13 erros não-forçados contra 6.

No segundo set, Sabalenka disparou nove aces, mas teve o serviço ameaçado algumas vezes. A bielorrusa resistiu bem a um game de treze minutos, mas acabou permtindo a quebra um pouco depois. Por sua vez, Riske foi muito segura em seus games de serviço e sequer enfrentou break points durante a parcial. Sabalenka liderou por 18 a 6 a contagem de winners, mas errou 17 vezes, enquanto a norte-americana deu só seis pontos de graça.

Depois de duas parciais equilibradas, Sabalenka conseguiu estabelecer um domínio no último set. A bielorrussa disparou mais seis aces, não enfrentou break points e conseguiu duas quebras seguidas para abrir 5/0. Ainda no começo do set, a ex-top 10 conseguiu vencer onze pontos em doze possíveis, o que foi fundamental para abrir vantagem. O máximo que Riske conseguiu foi evitar um 'pneu' ao confirmar o serviço já no fim do set.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis