Notícias | Dia a dia
Belga amplia jejum de Cirstea e conquista 4º WTA
28/09/2019 às 08h37

Alison Van Uytvanck conseguiu seu segundo título na temporada

Foto: Divulgação

Tashkent (Uzbequistão) - Faltou apenas um set para que Sorana Cirstea encerrasse um jejum de onze anos sem títulos. De volta ao palco de sua primeira vitória, e até hoje única conquista na WTA, a romena de 29 anos ficou com o vice-campeonato no WTA de Tashkent. Melhor para a belga Alison Van Uytvanck, que venceu por 6/4, 4/6 e 6/4 em 2h24 de partida.

Este é o quarto título de WTA na carreira de Van Uytvanck e o segundo na temporada. A belga de 25 anos conquistou dois títulos seguidos em Budapeste e também foi campeã nas quadras de carpete de Québec em 2017.

O título rende 280 pontos no ranking a Van Uytvanck, atual 61ª colocada e que tem como melhor marca da carreira o 37º lugar, alcançado em agosto do ano passado. Ela tinha apenas 30 pontos a descartar nesta semana e, com isso, deverá voltar ao top 50. Cirstea, 96ª do ranking, faz 180 pontos.

Já a romena de 29 anos e ex-número 21 do mundo segue com apenas uma conquista no circuito. Ela tinha apenas 18 quando foi campeã no Uzbequistão. Esta foi apenas sua quarta final de WTA de sua carreira. A mais importante foi em 2013, no Premier de Toronto, quando derrotou três top 10 e só parou diante de Serena Williams na decisão.

No primeiro set, Van Uytvanck conseguiu duas quebras, sequer enfrentou break poits e cedeu apenas cinco pontos em seus games de saque, além de só cometer quatro erros contra dez da romena. Cirstea escapou de três break points no começo do segundo set e conseguiu a quebra na sequência. A romena perdeu a chance de sacar para o set, mas voltaria a quebrar o serviço da belga na sequência.

O último set começou com games muito longos e Van Uytvanck escapou de seis chances de quebra logo no começo, antes de passar à frente. A belga ainda enfrentaria um break point no sexto game, mas novamente fechou a porta. Não faltou luta a Cirstea, que conseguiu salvar quatro match points, mas não evitou a derrota. Van Uytvanck liderou a contagem de winners por 34 a 29 e terminou o jogo com 38 erros contra 34 da romena.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis