Notícias | Dia a dia
Clima preocupa Djoko para Olimpíadas de Tóquio
06/10/2019 às 13h51

Proximidade com Wimbledon e calendário curto de jogos são problemas para as Olimpíadas

Foto: Arquivo

Tóquio (Japão) - O sérvio Novak Djokovic teve sua primeira experiência em Tóquio, saiu com o título numa semana de ótimas atuações, mas terminou preocupado com o forte calor que poderá influenciar na disputa do torneio olímpico do próximo ano.

"Espero que os dirigentes estejam atentos para isso e que consigam arrumar uma programação adequada", afirmou o líder do ranking, que tem como uma das metas da carreira a medalha de ouro.

Para isso, ele já adiantou que seu plano inicial é chegar a Tóquio logo depois de competir em Wimbledon e assim ter tempo de se adaptar não apenas ao fuso horário mas principalmente ao calor e à umidade do verão local.

"Serão muitos jogos, já que o torneio olímpico reúne chaves de simples e duplas para os dois sexos, além das mistas, e tudo isso tem de ser feito em no máximo 10 dias", explica o presidente do Conselho dos Jogadores da ATP.

"Sei que organizar tudo isso será um desafio e tanto para a organização. Espero que de alguma forma se consiga evitar os jogos no período de maior calor. A questão é se isso será possível", assinala Djokovic.

As condições severas de clima durante o verão preocupam o Comitê Olímpico Internacional, que já estuda mudança de horários em provas de diversas outras modalidades. Testes já feitos indicam que as condições podem chegar ao nível de "perigo" segundo as normas internacionais para calor e umidade.

"É provável que alguns jogos tenham de ser disputados entre 13 e 15 horas, e isso vai ser muito, muito desgastante para os jogadores e para o público", preocupa-se Djokovic. Ele ainda assinala que o torneio olímpico começará apenas duas semanas depois de Wimbledon. "Quando você agrega um evento como as Olimpíadas num calendário já congestionado, vira um desafio".

Apesar de todas essas preocupações, ele garante estar totalmente motivado a disputar as Olimpíadas: "Estou dentro, planejo estar aqui e jogar. Tentarei estar na melhor condição física possível", afirma o medalha de bronze de Pequim, em 2008.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis