Notícias | Dia a dia
Inspirado, Zverev elimina Federer e vai à semifinal
11/10/2019 às 09h45

Xangai (China) - Abrindo a rodada desta sexta-feira no Masters 1000, o alemão Alexander Zverev mostrou seu melhor tênis e conquistou uma excelente vitória para cima do suíço Roger Federer, que chegou a salvar cinco match-points, mas no final não evitou a eliminação em três sets, com o placar final de 6/3, 6/7 (7-9) e 6/3, após 2h05 de confronto.

Foi a sétima vez que Zverev encarou Federer no circuito e agora ele lidera o retrospecto pela primeira vez, com quatro triunfos e três derrotas, não perdendo para o suíço desde o ATP Finals de 2017. O germânico espera agora pelo vencedor do duelo entre o italiano Matteo Berrettini e o austríaco Dominic Thiem, que fecham a rodada de quartas de final.

Zverev fez um excepcional primeiro set, tanto no saque como nas devoluções. Depois do primeiro game mais duro, o saque funcionou à perfeição: 78% de acerto e 89% de pontos vencidos com o primeiro serviço, incluindo 5 aces. Além disso, fez mais seis winners da base contra quatro do suíço.

O alemão obteve a quebra no sexto game através de excepcionais devoluções e não deu espaço de reação. Os erros foram poucos (seis de cada lado) porque o jogo foi bem ofensivo e veloz. Federer tentou ir à rede apenas cinco vezes e só ganhou dois pontos.

O começo do segundo set viu o primeiro vacilo de Sascha, que começou seu serviço com dois erros e aí não segurou Federer. Mas o suíço imediatamente permitiu a reação, fruto de um erro bobo em voleio fácil e forehand apressado para a lateral. A partida então voltou a ser de domínio dos sacadores até que Federer usou demais o segundo serviço, falhou num forehand cruzado e levou nova série de passadas.

Com 6/5, Zverev chegou a 40-0 e então o suíço iniciou uma sequência de lances espetaculares, três deles em lances muito exigentes junto à rede, e levou ao tiebreak. Mais emoções. Federer abriu 5-3, Zverev virou para 6-5 e ganhou mais duas chances de ganhar, a segunda delas com 7-6 e saque, mas errou forehand e aí viu o suíço fechar com o saque preciso.

Diferente do que viveu na temporada, Zverev não perdeu a cabeça. Voltou com a mesma firmeza para o terceiro set, aproveitou erros para abrir 3/0 e 4/1, vendo Federer mostrar irritação e discutir repetidas vezes com o juiz por levar uma segunda advertência ao isolar a bola. Concentrado, alemão abriu 5/2 e por fim sacou para uma merecida vitória, que exigiu muito de sua força mental.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis