Notícias | Dia a dia
Federer destaca personalidade positiva de Zverev
11/10/2019 às 15h49

Xangai (China) - Eliminado nas quartas de final do Masters 1000 de Xangai, caindo em três sets diante do alemão Alexander Zverev, o suíço Roger Federer tratou de elogiar a personalidade do algoz durante a partida e destacou também sua positividade dentro de quadra, raramente mostrando frustração com as adversidades enfrentadas.

“Falei para ele na rede que teve uma ótima e forte personalidade. Acho que não mostrou nenhuma frustração ou muita negatividade, raramente o vi lamentar, exceto quando cometeu três erros consecutivos no último game. “Isso foi impressionante, porque ele tem uma tendência a ficar um pouco desanimado, especialmente neste ano, em que não está jogando tão bem”, disse o suíço.

Este foi o sétimo duelo entre os dois e pela primeira vez Zverev lidera o retrospecto, levando agora a melhor sobre o suíço por 4 a 3. Ele poderia até ter gastado menos energia e evitado o terceiro set se tivesse convertido um dos cinco match-points que teve no segundo set, mas no fim das contas acabou ficando com a vaga nas semifinais ao marcar 6/3, 6/7 (7-9) e 6/3.

“Foi um final maluco aquele no segundo set. Ele chegou a sacar em 6/5 com 40-0 e eu estava quase eliminado, mas me defendi bem, ataquei bem, dei ótimos golpes e levei a decisão para o tiebreak. Ele teve muitas chances no segundo set e por isso acho que foi justo ter vencido o terceiro” comentou o atual número 3 do mundo, que preferiu não polemizar sobre seu desentendimento com o juiz.

Questionado sobre suas discussões com Nacho Forcadell, árbitro da partida, que chegou a punir Roger com a perda de um ponto após o suíço receber uma segunda advertência por enviar a bola para fora da quadra (abuso de bola), ele apenas deu de ombros e pediu para que seguissem para a próxima pergunta.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis