Notícias | Dia a dia
'Foi nossa melhor partida no torneio', avalia Melo
12/10/2019 às 14h54

Xangai (China) - Pelo terceiro ano seguido, o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot estão na final do Masters 1000 de Xangai. Campeões no ano passado e vice-campeões em 2018, eles não deram chance aos franceses Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin e venceram por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4, em apenas 67 minutos.

Na madrugada deste domingo, um encontro de brasileiros marca a final o torneio chinês. Melo e Kubot enfrentarão o também mineiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic às 2h30 (horário de Brasília), na quadra central, com transmissão do SporTV 3. No ano passado, o título veio também em cima de Bruno, que então tinha a seu lado britânico Jamie Murray.

"Fizemos um jogo fino. Conseguimos aproveitar todas as oportunidades. Sacamos muito bem e eles não tiveram qualquer chance no nosso saque. Jogamos realmente a melhor partida do torneio. Neutralizamos todas as armas deles. Aproveitamos a confiança desde os jogos em Pequim e implementamos isso. Foi muito bom. Era uma dupla muito dura. Tínhamos perdido a última para eles, em Wimbledon", analisou Melo.

Esta será a quinta final de Melo e Kubot em 2019. Eles foram campeões no ATP 250 de Winston-Salem e vice-campeões no ATP 500 de Halle, no Masters 1000 de Indian Wells e no ATP 500 de Pequim. Será a 22ª decisão da dupla e a 61ª da carreira de Marcelo. O mineiro estará em busca de seu 34º título e do décimo triunfo em Masters 1000. Juntos, tentam a 14ª conquista e quinta de Masters 1000.

"Importante seguir com essa cabeça, essa tranquilidade, agora na final, para quem sabe defender o título. De qualquer maneira, já está sendo uma bela semana para nós, com vários excelentes jogos", completou Marcelo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis