Notícias | Dia a dia
'Não espero mais voltar ao top 10', afirma Del Potro
17/10/2019 às 14h56

Buenos Aires (Argentina) - Uma semana após sair do top 100 pela primeira vez em mais de três anos, o argentino Juan Martin del Potro segue perdendo terreno e atualmente ocupa apenas a 121ª colocação, sofrendo uma queda de 18 lugares na última lista. Trabalhando forte para retornar ao circuito, ele acredita que vá dar a volta por cima, mas não aposta em um retorno ao top 10.

“Depois de todos os problemas que tive, não espero mais voltar ao top 10. Não é fácil repetir um ano como o anterior, ainda que não saiba se estarei saudável e em boa forma física”, comentou o argentino em entrevista à ESPN local. Ele fez apenas 12 partidas em 2019 e não joga desde o abandono no ATP 500 de Queen’s.

“Tenho a força necessária para alcançar o melhor nível possível no futuro. Venho me esforçando bastante e sinto que posso jogar um grande tênis novamente e isso que me motiva”, afirmou o tenista de 31 anos, que neste ano enfrentou problemas com o joelho e até acabou passando por cirurgia com o médico do espanhol Rafel Nadal.

Del Potro coleciona problemas físicos em sua carreira, que o tiraram de ação por longos períodos e impediram maiores conquistas. Os punhos foram os vilões mais recorrentes, com três cirurgias. No fim do ano passado, uma queda em Xangai lhe trouxe o problema no joelho, que o impediu de disputar o ATP Finals de 2018 e também o Australian Open de 2019.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis