Notícias | Dia a dia
Inspirada por ativistas, Gauff quer ir além do tênis
17/10/2019 às 17h03

A jovem norte-americana quer usar o sucesso nas quadras para conscientizar o público sobre diferentes causas

Foto: Divulgação

Linz (Áustria) - Além do evidente destaque por inúmeras façanhas em seu início de carreira profissional, Coco Gauff tem outros objetivos fora das quadras. A jovem jogadora norte-americana de apenas 15 anos tem como meta ser uma pessoa que transcende o esporte, a fim de despertar a conscientização sobre diferentes temas na sociedade.

"A cada partida que ganho, cada vez mais pessoas me seguem, o que é bom. Isso significa mais e mais consciência para os assuntos que me interessam. Eu sempre quis ser mais do que apenas uma tenista", disse Gauff, em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

Uma das fontes de inspiração para Gauff é a atuação de jovens ativistas, como a sueca de 16 anos Greta Thunberg, que lidera um movimento global contra as mudanças climáticas. "Ultimamente, as pessoas mais jovens estão liderando movimentos e acho que o mundo precisa se acostumar com isso. Estamos acostumados com pessoas mais velhas nos dizendo o que devemos fazer".

"Minha geração decidiu que era hora de falar por conta própria sobre essas coisas. Eu acompanho muito os movimentos sobre o clima e estou aprendendo sobre maneiras de mudar melhor o meu estilo de vida e a maneira como minha família vive", acrescenta a jogadora norte-americana.

"É ótimo quando me dizem que eu sou jovem e estou fazendo coisas boas. Seria frustrante se me dissessem: 'Você é jovem, não conhece as coisas direito'. Acho que não devemos subestimar a inteligência de ninguém", complementou a tenista de 15 anos, que conquistou seu primeiro título de WTA no último domingo, em Linz.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Today I got to meet my idol @michelleobama 😍. Her words and wisdom on my journey will stay with me on the court over the course of my career. She is a true inspiration. I have never arrived, I am always becoming! Thank you for your time. 🙏🏾

Uma publicação compartilhada por Coco Gauff (@cocogauff) em

Cada vez mais influente na mídia e nas redes sociais, Gauff compartilha com seus seguidores seus estudos sobre a participação dos negros na história americana. Um exemplo disso foi seu comentário sobre o Juneteenth, o dia 19 de junho, data em que é comemorada a libertação dos escravos nos Estados Unidos.

"É importante para os afro-americanos possam celebrar, porque nós comemoramos o Dia da Independência, em 4 de julho, mas poucas pessoas comemoram isso. Eu sinto que isso é realmente importante porque nem todo mundo foi libertado. Muitas pessoas não sabiam disso. Eu fiquei realmente surpresa".

Gauff também falou sobre como tem lidado com sobre o aumento de pressão e expectativa sobre si mesma a cada grande resultado. "Algumas pessoas ficam bravas quando falam sobre mim e dizem: 'Por que você se exalta com isso? Vocês estão exagerando'. Eu tento fazer as pessoas entenderem que não sou eu quem estou postando sobre mim. São outras pessoas que falam, não posso evitar!"

Mais nova integrante do top 100, agora no 71º lugar do ranking, a norte-americana ocupava apenas a 879ª posição no fim do ano passado e tinha como meta chegar ao grupo das cem melhores ainda em 2019. Mesmo recebendo críticas, encarou a situação de forma positiva. "Acho que usei isso como motivação para provar que eles estavam errados, e que estou trabalhando duro aqui para permanecer no circuito".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis