Notícias | Dia a dia
Ostapenko conquista 3º WTA e termina o ano em alta
20/10/2019 às 11h56

Ostapenko disputou duas finais seguidas nos últimos torneios do ano

Foto: Divulgação

Luxemburgo (Luxemburgo) - A temporada que vinha sendo de poucas alegrias para Jelena Ostapenko terminou da melhor maneira possível. Uma semana depois de ficar com o vice-campeonato em Linz, a letã conquistou o título do WTA de Luxemburgo ao vencer a alemã Julia Goerges na final por 6/4 e 6/1 em exatamente uma hora de jogo.

Ostapenko encerra um jejum de mais de dois anos sem títulos e fatura seu terceiro troféu no circuito. O primeiro e mais importante deles foi o de Roland Garros, em 2017, quando tinha apenas 20 anos. Meses depois, a letã conquistou o WTA de Seul, vencendo a brasileira Beatriz Haddad Maia na final.

Nas duas semanas em que teve bons resultados nos torneios europeus disputados em quadras duras e cobertas, Ostapenko foi treinada pela francesa Marion Bartoli. A parceria trouxe resultados imediatos, com nove vitórias em dez jogos. Bartoli foi número 7 do mundo e campeã de Wimbledon em 2013 e está se dedicando à carreira de treinadora.

Antes dessa sequência de bons resultados, Ostapenko não alcançava uma final desde março de 2018 em Miami e não disputava uma semi desde a edição do ano passado de Wimbledon. Ainda assim, vinha conseguindo algumas boas vitórias em momentos pontuais da temporada, como uma sobre Karolina Pliskova em Pequim, além de ser finalista de duplas na capital chinesa ao lado da ucraniana Dayana Yastremska. Durante a semana em Luxemburgo, bateu a top 20 e principal favorita Elise Mertens.

Ex-número 5 do mundo, Ostapenko aparece atualmente no 63º lugar do ranking. Com os 280 pontos conquistados, a ainda jovem letã de 22 anos deverá aparecer no top 50 pela primeira vez desde julho. Ela chegou a ocupar o 83º lugar do ranking no início de agosto.

Vice-campeã do torneio, Julia Goerges tentava defender o título do ano passado e consegue manter 180 pontos. A experiente alemã de 30 anos já chegou a ser número 9 do mundo no ano passado e ocupa atualmente o 26º lugar. Goerges tem sete títulos em 17 finais disputadas na carreira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis