Notícias | Dia a dia
Federer comemora 1.500 jogos com vitória em casa
21/10/2019 às 15h04

Federer venceu mais de 82% dos jogos que fez em sua carreira profissional no circuito

Foto: Arquivo

Basileia (Suíça) - A estreia de Roger Federer no ATP 500 da Basileia teve um gosto especial nesta segunda-feira. Jogando dentro de casa, em sua cidade natal, o atual número 3 do mundo disputou contra o alemão Peter Gojowczyk sua 1.500ª partida no circuito, comemorando o feito com vitória em sets diretos, com placar final de 6/2 e 6/1 em 53 minutos.

O triunfo conquistado foi o 1.232º da carreira do suíço, se aproximando cada vez mais do recorde de Jimmy Connors, que soma 1.274 vitórias. Com apenas 268 derrotas, ele tem aproveitamento superior a 82%. Federer também tenta alcançar outra marca histórica do canhoto norte-americano: a do número de títulos. O tenista da Basileia soma 102 e está a sete de igualar o recorde. 

Além de perseguir os números de Connors, o atleta da casa também vai atrás da terceira colocação na corrida para o ATP Finals. Ele foi ultrapassado pelo russo Daniil Medvedev, quando este faturou o Masters 1000 de Xangai, mas pode voltar a ser o número 3 se conseguir alcançar a final do torneio em sua cidade natal.

Federer tem ótimo histórico no torneio de sua cidade natal. Ele já conquistou nove vezes a competição e tem mais cinco vice-campeonatos, totalizando 14 finais. Além disso, o suíço venceu quatro das últimas cinco edições do torneio e chegou à final nas últimas doze vezes em que participou da competição.

Principal favorito ao título na Basileia, Federer enfrentará nas oitavas o vencedor do duelo entre o moldávio Radu Albot e o sérvio Dusan Lajovic. O suíço levou a melhor na única vez que Albot cruzou seu caminho, este ano no Masters 1000 de Miami, e bateu Lajovic nos dois confrontos que travaram, ambos em Wimbledon (2018 e 2017).

Superado por Federer nesta segunda-feira, Gojowczyk, que tem 30 anos, já foi top 40 no ranking e tem um título de ATP conquistado nas quadras duas e cobertas de Metz. Vindo do qualificatório no torneio suíço, o alemão começou a partida bem adaptado às rápidas condições do piso, mas Federer teve o domínio dos pontos mais curtos, definidos no saque ou com poucas trocas de bola e controlou o jogo desde o início. Durante o set inicial, Federer disparou seis aces e não teve o serviço ameaçado.

O segundo set teve um pouco mais de trocas de bola em relação à parcial anterior, mas Federer seguia muito firme do fundo de quadra e cometendo poucos erros. Quando já vencia por 6/2 e 2/0, o suíço enfrentou um break point pela única vez na partida e acabou tendo o serviço quebrado, mas retomou a vantagem logo na sequência. 

Federer terminou a partida com 34 winners contra apenas 13 do alemão e cometeu 18 erros não-forçados, um a mais que seu adversário. Além de disparar 12 aces na partida, o anfitrião criou oito oportunidades de quebra, aproveitando cinco dessas chances. Foram duas quebras no primeiro set e mais três no segundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis