Notícias | Dia a dia
Zverev quer vencer um Slam ainda encarando o Big 3
22/10/2019 às 10h57

Basileia (Suíça) - Um dos nomes fortes para o futuro do circuito, o alemão Alexander Zverev não quer esperar a aposentadoria do Big 3, formado pelo suíço Roger Federer, pelo espanhol Rafael Nadal e pelo sérvio Novak Djokovic, para alcançar as grandes conquistas. Em entrevista ao Tages Anzeiger, ele falou que pretende vencer ainda com os três em forma.

“Eu sempre disse que, se queremos ganhar grandes títulos, devemos competir contra eles, que dominaram o tênis nos últimos 15 anos. Quero vencer um Slam não porque se aposentaram, mas sim porque fui melhor do que eles”, afirmou o alemão de 21 anos, que já tem três títulos de Masters 1000 no currículo e um ATP Finals, conquistado em 2018.

Zverev inclusive destacou a importância de ter vencido o último Finals superando dois nomes de peso nas últimas rodadas. “Foi assim que me senti no ano passado quando ganhei Londres. Foi uma sensação incrível vencer Federer na semifinal e Novak na final. Não teria me sentido o mesmo se tivesse derrotado outros jogadores”, analisou.

Apesar de não vir em grande temporada, com apenas um título, o germânico consegue ver um lado positivo em seu 2019. “Foi um ano muito difícil, tanto na minha vida pessoal quanto no tênis, e ainda assim sou o sétimo na corrida. Isso me faz ver que, mesmo com problemas, posso ser um dos melhores do mundo”, observou Zverev, que salientou a importância de sua participação na Laver Cup.

“Foi uma sensação incrível porque vinha de perder muitos jogos duros neste ano. A vitória na Laver me ajudou a liberar a pressão, pois se eu tivesse perdido seria a primeira derrota da Europa na história do torneio. Não jogava apenas por mim, mas pela equipe e pelos espectadores”, falou o alemão, responsável por disputar a última partida da competição, dando o tricampeonato aos europeus.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis