Notícias | Dia a dia
Wild supera Monteiro e fica mais perto do top 300
30/10/2019 às 21h32

Thiago Wild conseguiu a terceira vitória da carreira contra um rival do top 100

Foto: Arquivo

Guayaquil (Equador) - Pela segunda vez no challenger de Guayaquil, Thiago Wild venceu um duelo entre brasileiros. Depois de ter superado o carioca Wilson Leite na estreia, o jovem paranaense de 19 anos surpreendeu Thiago Monteiro com parciais de 7/6 (8-6) e 7/6 (7-5) em exatas duas horas de partida.

O resultado rende sete pontos na ATP a Wild, que defendia três pontos nesta semana. Com isso, ele se aproxima do grupo dos 300 melhores jogadores do mundo pela primeira vez na carreira. O jovem paranaense iniciou a temporada no 449º lugar do ranking e atingiu na última segunda-feira a 311ª posição.

Monteiro vinha de um bom momento no circuito. O cearense de 25 anos e número 89 do mundo foi campeão em Lima no último domingo e alcançou três semifinais nos últimos cinco torneios que disputou.

Veja como foi a vitória de Wild nesta quarta-feira

A partida começou melhor para Monteiro, que conseguiu uma quebra de serviço logo no game de abertura, com uma dupla-falta e dois erros do rival. O cearense ainda teria chances de ampliar a vantagem, já que teve dois break points quando vencia por 3/1, mas Wild conseguiu manter o game de serviço.

A reação aconteceria justamente quando Monteiro sacava para fechar o set. Wild aproveitou o único break point que teve na parcial para buscar o empate por 5/5. Superior desde o início do tiebreak, o paranaense precisou de cinco set points para definir a parcial e liderar o placar.

Monteiro também pressionou constantemente o serviço de Wild no início do segundo set, aproveitando a chance de quebra já no oitavo game. Mais uma vez, o canhoto de Fortaleza só enfrentou um break point quando sacava para fechar e Wild novamente aproveitou a chance. O segundo tiebreak foi ainda mais equilibrado e o paranaense definiu o jogo com um winner de devolução. Lembrando que, antes da disputa do match point, o jogo chegou a ser interrompido por alguns minutos já que Wild  passou mal em quadra.

Wild conseguiu sua terceira vitória contra um top 100
A vitória desta quarta-feira foi a terceira de Wild contra um adversário no top 100. A primeira havia sido obtida no fim de 2017 em um challenger no Rio de Janeiro. Na ocasião, o jovem paranaense havia superado o chileno Nicolas Jarry, então número 99 do mundo. Já na semana passada, ele superou o italiano Marco Cecchinato, número 73 do mundo, na capital peruana.

Garantido nas oitavas de final, Wild tenta alcançar as quartas pela segunda semana seguida. Seu próximo adversário é o eslovaco Jozef Kovalik, 180º do ranking, que venceu e o jovem norte-americano de 21 anos e 389º colocado Ulises Blanch por 6/2, 3/6 e 6/3. Wild e Kovalik jamais se enfrentaram.

Orlando luz abandona, Gutierrez cai para favorito

Ainda nesta quarta-feira, o gaúcho Orlando Luz abandonou sua partida da segunda rodada contra o peruano Juan Pablo Varillas, 155º do ranking, quando perdia por 7/6 (7-0) e 2/0. O jovem gaúcho de 21 anos está com o melhor ranking da carreira no 295º lugar e pode até superar essa marca. Ele faz três pontos por ter vencido a estreia, mas precisa descartar dois nesta semana.

Outro brasileiro que se despediu do torneio foi Oscar Jose Gutierrez. Atuando contra o espanhol Jaume Munar, cabeça 3 do torneio e número 98 do mundo, o gaúcho de 26 anos e 371º colocado no ranking perdeu por 6/4 e 6/2. Gutierrez havia vencido um duelo nacional contra Pedro Sakamoto na estreia e fará três pontos na ATP. Ele atingiu o melhor ranking da carreira há uma semana, quando ocupou o 366º lugar.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis