Notícias | Dia a dia
Nadal vence Wawrinka pela 19ª vez e encara Tsonga
31/10/2019 às 17h33

Espanhol amplia sua grande vantagem no histórico de confrontos contra o suíço

Foto: Divulgação

Paris (França) - Com ampla vantagem no retrospecto, Rafael Nadal conseguiu mais uma vitória sobre Stan Wawrinka e garantiu vaga nas quartas de final do Masters 1000 de Paris. O espanhol obteve sua 19ª vitória em 22 jogos contra o suíço depois de marcar as parciais de duplo 6/4 em 1h27 de partida nesta quinta-feira.

Nadal agora enfrenta o francês Jo-Wilfried Tsonga, 35º do ranking, que salvou dois match points na vitória sobre o alemão Jan-Lennard Struff por 2/6, 6/4 e 7/6 (8-6). O histórico de treze confrontos entre Nadal e Tsonga tem nove vitórias do espanhol e três para o francês.

Recordista de títulos de Masters 1000 com 35 conquistas, Nadal busca um troféu inédito no torneio em quadras duras e cobertas na capital francesa. O experiente jogador de 33 anos tem como melhor resultado na competição o vice-campeonato de 2007.

A vitória desta quinta-feira foi a 50ª de Nadal na temporada. Ele conquistou títulos no saibro de Roma e Roland Garros e nas quadras duras de Montréal e do US Open, além de também ter sido finalista do Australian Open. O espanhol de 33 anos sofreu apenas seis derrotas em 2019. Ele também acumula 13 vitórias seguidas no circuito, já que está sem perder desde a semifinal de Wimbledon.

É certo que Nadal irá recuperar a liderança do ranking mundial na próxima semana, superando o atual número 1 Novak Djokovic. Os dois agora disputam para saber quem terminará a temporada no topo do ranking. Para já garantir já nesta semana sua permanência na primeira posição até o fim do ano, o espanhol precisa conquistar o título em Paris ou chegar à final desde que Djokovic não seja campeão do torneio.

Por sua vez, Wawrinka dá adeus à disputa por uma vaga no ATP Finals. Ele precisava ser campeão em Paris para se classificar para o torneio entre os oito melhores do mundo. Embora não tenha conquistado títulos em 2019, o suíço de 34 anos e dono de três Grand Slam confirmou sua recuperação depois de passar por duas cirurgias no joelho há dois anos. Ele iniciou a temporada no 66º lugar e aparece atualmente na 16ª posição.

Nadal segue sem sofrer quebras no torneio
Diferente do que aconteceu em sua partida de estreia em Paris, quando não enfrentou nenhum break point contra o francês Adrian Mannarino, Nadal foi ameaçado logo em seu primeiro game de serviço, mas Wawrinka jogou para fora a devolução. No game seguinte, o espanhol já passou a liderar o placar. Depois que o suíço fez dois erros seguidos, o vice-líder do ranking apostou em uma devolução agressiva com o forehand para chegar ao break point, conseguindo a quebra logo na sequência.

Nadal vinha sustentando a vantagem, mas voltaria a ter o serviço ameaçado no oitavo game, quando vencia por 4/3. Mesmo dependendo do segundo saque, o espanhol conseguiu evitar a quebra depois que o suíço jogou um forehand para fora. Nos demais games, os sacadores prevaleceram sem riscos. No fim do set, com 43 minutos de disputa, Wawrinka liderava a estatística de winners por 11 a 4, com 9 erros não-forçados contra 7 do espanhol.

O segundo set novamente seguiu com os dois jogadores confirmando o saque. Desta vez, Nadal não enfrentou break points e perdeu apenas cinco pontos em seus games de serviço, ainda que tenha enfrentado alguns games longos. Com o placar empatado por 4/4, Nadal conseguiu finalmente a quebra, com quatro erros de seu adversário, e definiu o jogo logo depois. O espanhol venceu doze dos últimos treze pontos disputados no jogo. Wawrinka fez 22 a 15 em winners, mas cometeu 20 erros, enquanto Nadal fez apenas 12.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis