Notícias | Dia a dia
Monfils vira o jogo e está a uma vitória do Finals
31/10/2019 às 20h08

Monfils precisa ser semifinalista em Paris para ultrapassar Berrettini no ranking e ir ao ATP Finals

Foto: Divulgação

Paris (França) - Com apoio da torcida francesa, Gael Monfils conseguiu mais uma vitória no Masters 1000 de Paris e garantiu vaga nas quartas de final. Ele buscou a virada contra o moldavo Radu Albot por 4/6, 6/4 e 6/1 em 1h47 de partida.

Com o resultado, Monfils precisa de apenas mais uma vitória para garantir vaga no ATP Finals. Número 13 do mundo, o experiente francês de 33 anos já garantiu a volta ao top 10 e pode tomar o oitavo lugar do italiano Matteo Berrettini se for semifinalista em Paris.

Monfils também foi beneficiado nesta quinta-feira por eliminações de outros dois candidatos ao Finals, o suíço Stan Wawrinka e o australiano Alex de Minaur. Por sua vez, Berrettini foi eliminado em Paris na última quarta-feira e torce contra seus principais concorrentes para se manter entre os oito primeiros do ranking.

O jogo que pode garantir a vaga de Monfils no ATP Finals será contra o canadense Denis Shapovalov, canhoto de 20 anos e 28º do ranking. O francês levou a melhor no único duelo anterior entre eles, disputado no último US Open. Shapovalov chega embalado após a vitória sobre Alexander Zverev por 6/2, 5/7 e 6/2.

Para superar Albot nesta quinta-feira, Monfils liderou a contagem de winners por 29 a 19 e cometeu 33 erros não-forçados contra 28 do rival. O francês disparou 12 aces na partida, diante apenas um do moldavo, e conseguiu quatro quebras de serviço em seis oportunidades. Por sua vez, Albot criou nove break points, mas só aproveitou dois.

Albot conseguiu a única quebra de serviço do primeiro set, em que não enfrentou break points, e também foi o primeiro a quebrar na parcial seguinte, chegando a liderar por 4/3. Uma dupla-falta do moldavo custou o empate e Monfils voltaria a quebrar para forçar o terceiro set. Já na parcial decisiva, Monfils só perdeu dois pontos em seus games de saque e conseguiu duas novas quebras.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis