Notícias | Dia a dia
Wild é o 5º melhor do mundo com menos de 20 anos
05/11/2019 às 11h07

Miami (EUA) - Campeão pela primeira vez de um torneio challenger, triunfando no saibro de Guayaquil no último domingo, o paranaense Thiago Wild disparou no ranking da última segunda-feira, ganhando 76 colocações. Ele saltou para o atual 235º posto, já é o terceiro melhor do país na ATP e também o quinto melhor do mundo com menos de 20 anos.

Com apenas 19 anos e sete meses, Wild se tornou o quarto mais jovem tenista do Brasil a conquistar um challanger. Na atual temporada, ele é o terceiro mais novo a erguer um troféu desse porte. O italiano Jannik Sinner ganhou dois torneios aos 17 anos, em Bergamo e em Lexington. Já o espanhol Nicola Kuhn ganhou um challenger aos 19 anos e quatro meses em Segóvia.

Sinner e Kuhn são dois dos quatro jogadores com menos de 20 anos à frente do paranaense no ranking. Entre os jogadores desta faixa de idade o mais bem colocado é o canadense Felix Auger-Aliassime, que apesar dos apenas 19 anos aparece na 21ª colocação, sendo que ele já chegou a figurar no top 20 em outubro, quando foi o 17º do mundo.

Depois do canadense o melhor é Sinner, ocupando atualmente a 95ª posição, duas abaixo da melhor da carreira. O terceiro da lista é o alemão Rudolf Molleker, que aparece no 164º posto, mas já foi o 164º em julho. Kohn completa a lista dos jovens melhores que Wild, figurando no 213º lugar (já foi o 174º do mundo no mês passado).

Wild compete nesta semana no challenger de Montevidéu e pode seguir escalando o ranking. O jovem paranaense pode até ultrapassar Kuhn e se tornar o quarto melhor do mundo com menos de 20 anos, mas para que isso aconteça terá que ao menos alcançar as semifinais no saibro uruguaio.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis