Notícias | Dia a dia
Wild mantém embalo e estreia bem no Uruguai
05/11/2019 às 23h08

Após boa vitória em Montevidéu, Wild encara alemão nesta quarta-feira

Foto: Arquivo

Montevidéu (Uruguai) - Apenas dois dias depois de conquistar o primeiro título de challenger da carreira, em Guayaquil, Thiago Wild voltou à quadra nesta terça-feira e estreou no challenger de Montevidéu. O jovem paranaense de 19 anos e agora número 235 do mundo manteve o embalo, chegou a vencer oito games seguidos, e superou o argentino Juan Pablo Ficovich, 253º colocado, por 6/2 e 6/4 em 61 minutos de partida.

Esta é a 28ª vitória em challengers na temporada para Wild e a 31ª de sua carreira profissional. Ele atingiu seu melhor ranking na última segunda-feira, com salto de 76 posições após o título no Equador. Também em 2019, o jovem jogador venceu seu primeiro jogo de ATP no Brasil Open, em São Paulo, e conseguiu mais sete vitórias em nível future.

Entre as principais campanhas de Wild na temporada de 2017 também estão duas chegadas às quartas de final em challengers. A primeira foi em agosto, no saibro italiano de Cordenons. Já a mais recente, há duas semanas, em Lima, no Peru. Ele iniciou a temporada ocupando apenas a 449ª colocação no ranking mundial.

A vitória na estreia em Montevidéu rende três pontos na ATP a Wild, mas isso apenas iguala seu 18º e último resultado válido para o ranking. Ele já volta a atuar às 14h (de Brasília) desta quarta-feira, quando enfrentará o alemão Yannick Hanfmann, número 171 do mundo. Hanfmann tem 27 anos e venceu o único duelo anterior entre eles, no saibro de Kitzbühel no ano passado. Uma eventual vaga nas oitavas renderia sete pontos no ranking.

Matos cai para favorito na segunda rodada
A participação de Rafael Matos chegou ao fim nesta terça-feira. Um dia depois de vencer sua partida de estreia na competição, o gaúcho de 23 anos e 469º do ranking foi superado pelo espanhol Jaume Munar, número 98 do mundo e cabeça 3 do torneio, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/4 em 1h46 de partida.

Por ter vencido um jogo no torneio, Matos fará três pontos na ATP. O canhoto gaúcho atingiu a melhor marca da carreira em maio do ano passado, quando ocupou a 440ª posição. Na atual temporada, ele conseguiu suas primeiras quatro vitórias em chaves principais de challenger da carreira, além de ter vencido 38 partidas de nível future.

Duelo entre Clezar e Monteiro abre a rodada
A programação desta quarta-feira começa às 11h (de Brasília) com um confronto nacional entre o cearense Thiago Monteiro, número 88 do mundo, e o gaúcho Guilherme Clezar, 318º do ranking. O único duelo em nível ATP foi vencido por Clezar no Brasil Open do ano passado. Já em torneios menores, cada um deles tem três vitórias.

Outros dois brasileiros atuam nesta quarta-feira. O paulista Pedro Sakamoto, 341º do ranking, desafia o eslovaco Andrej Martin, número 113 do mundo, por volta de 12h30. Logo na sequência, será a vez de o mineiro João Menezes, 191º do ranking, encarar o convidado argentino Juan Manuel Cerundolo, canhoto de 17 anos e 483º colocado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis