Notícias | Dia a dia
Forget: 'Djoko terá mais Slam que Nadal e Federer'
07/11/2019 às 11h47

Paris (França) - Diretor do Masters 1000 de Paris, o francês Guy Forget enalteceu o campeão do torneio, o sérvio Novak Djokovic, em entrevista coletiva após o término da competição. Ele voltou a lamentar a lesão do espanhol Rafael Nadal, principalmente por ter impedido assim a possibilidade de uma final entre os dois melhores do mundo no ranking atual.

“Novak estava muito mais acima de seu oponente. Certamente, com Djokovic e Nadal teríamos visto uma batalha titânica, com pontos muito longos, um duelo físico. Eles são caras que aumentariam seu nível de jogo de maneira consistente”, comentou o dirigente do torneio francês, que viu o canadense Denis Shapovalov não conseguir impor grande dificuldade ao sérvio na decisão.

O ex-número 4 do mundo destacou que na próxima semana Djokovic terá um novo nível de desafio. “Existem poucos jogadores que podem dizer que venceram torneios como esse em Paris. Ele mostrou para a próxima geração por que era o número 1 mundo. Mas no ATP Finals enfrentará os melhores jogadores”, afirmou.

Forget ainda destacou a importância e o domínio do Big 3 no circuito. “Faz 10 anos que os vemos e não nos cansamos de Rafa, Roger e Novak. Gostaríamos de ver outros destronando esses três, mas eles têm mais de 30 anos e se comportam como os mais jovens: têm a mesma fome de vitórias, são rápidos, têm longevidade, trabalham muito e superam situações difíceis”, observou.

"Novak não terminou de escrever a história do Grand Slam. Mas talvez Roger e Rafa também. Acho que Djokovic vai ganhar mais Slams que Federer e Nadal”, complementou o dirigente do Masters 1000 de Paris, apostando que o sérvio termine como o recordista de títulos nos quatro principais torneios do circuito.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis