Notícias | Dia a dia
Wild volta a superar Dellien e vence a 10ª seguida
08/11/2019 às 19h32

Wild tenta alcançar sua segunda final seguida no saibro sul-americano

Foto: Divulgação

Montevidéu (Uruguai) - O ótimo momento de Thiago Wild nos challenger sul-americanos no saibro continua nesta semana em Montevidéu. Vindo de título em Guayaquil, ele conseguiu sua décima vitória seguida e garantiu vaga na semifinal do torneio na capital uruguaia. Wild venceu nesta sexta-feira o boliviano Hugo Dellien, número 75 do mundo, por 6/2 e 6/4 em apenas uma hora de partida.

Wild já havia superado Dellien na final do torneio equatoriano no último domingo. A vitória em Montevidéu é a quinta contra top 100 na carreira do jovem jogador de 19 anos, sendo a quarta nas últimas três semanas. Também em Guayaquil, ele venceu um duelo nacional contra Thiago Monteiro. Já em Lima, bateu o ex-top 20 Marco Cecchinato. A primeira vitória contra top 100 foi ainda em 2017 contra o chileno Nicolas Jarry.

Nas três últimas semanas no circuito Wild fez uma série de boas campanhas. Ele alcança apenas sua segunda semifinal de challenger na carreira e já havia chegado às quartas na capital peruana. Além de vencer 31 jogos em torneios challenger na temporada, ele também conseguiu uma vitória em nível ATP no Brasil Open, em São Paulo e ainda ganhou um título de nível future na França.

Depois de iniciar o ano apenas no 449º lugar do ranking, Wild aparece desde a última segunda-feira com o melhor ranking da carreira, no 235º lugar. Ele já garantiu 29 pontos pelas quatro vitórias no Uruguai e descarta apenas três pontos. Com isso, já se aproxima da 210ª posição. Se for finalista, fará 48 pontos e ficará muito perto de entrar no top 200.

O adversário de Wild na semifinal deste sábado será o espanhol Jaume Munar, cabeça 5 do torneio e número 98 do mundo. O confronto diante do rival de 22 anos é inédito no circuito. Do outro lado da chave já está na semi o argentino Federico Delbonis, 77º do ranking. Ele espera pelo vencedor do duelo entre seus compatriotas Facundo Bagnis e Juan Manuel Cerundolo.

Veja como foi a vitória de Wild nas quartas
Apesar da troca de quebras entre os dois jogadores nos primeiros games da partida, não demorou para que Wild assumisse o controle de partida. Com maior potência nos golpes que seu adversário e jogando de maneira agressiva, o jovem paranaense corria cada vez menos riscos no saque e também mandava nos pontos desde as devoluções. Wild conseguiu vencer quatro games seguidos para vencer o set.

Logo na abertura do segundo set Wild venceu oito pontos em nove possíveis e já abriu 2/0. Dellien conseguiu empatar o placar depois de um game de serviço muito ruim do paranaense, mas o jovem de 19 anos recuperou a vantagem logo no game seguinte. Depois disso, Wild não teria mais o saque ameaçado até o fim do jogo e confirmou a vitória em sets diretos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis