Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Federer mantém escrita no Finals e sonha com semi
12/11/2019 às 12h29

Londres (Inglaterra) - Derrotado na estreia pelo austríaco Dominic Thiem, o suíço Roger Federer fez valer sua escrita no ATP Finals de nunca ter perdido seu segundo jogo na competição e derrotou o italiano Matteo Berrettini nesta terça-feira. Ele precisou de 1h19 para anotar parciais de 7/6 (7-2) e 6/3 e assim seguir sonhando com vaga nas semifinais.

Em sua 17ª aparição no evento que reúne os oito melhores do mundo, o tenista da Basileia jamais perdeu seu segundo jogo, mesmo quando foi eliminado na fase de grupos, como aconteceu em 2008. Naquele ano, Federer começou perdendo para o francês Gilles Simon, venceu na sequência o tcheco Radek Stepanek e depois foi superado pelo britânico Andy Murray.

Na última rodada da fase de grupos, Federer terá pela frente o sérvio Novak Djokovic, que estreou derrotando Berrettini com tranquilidade e mais tarde nesta terça-feira enfrenta Thiem para ver quem continua invicto no torneio. O resultado deste confronto definirá o que precisará o suíço em sua terceira partida, podendo até se classificar com eventual derrota.

Maior campeão do Finals com seis conquistas, o atual número 3 do mundo perdeu quatro vezes em estreias e somente em 2008 não se classificou para a rodada seguinte. No ano anterior, ele não apenas avançou para as semifinais após ser superado na primeira partida, mas também acabou levantando a taça, com vitórias sobre Rafael Nadal na semi e David Ferrer na final.

O primeiro set do duelo com Berrettini foi bastante equilibrado com os sacadores prevalecendo. A única chance de quebra quem teve foi o suíço, que não aproveitou o set-point obtido no 12º game e viu a definição ir para o tiebreak, em que Federer fez valer a maior experiência, conseguiu duas mini-quebras sobre o italiano e assim fechou a parcial.

Um vacilo do italiano logo no game de largada do segundo set acabou lhe custando caro. Ele foi quebrado de zero e depois não teve forças para buscar a igualdade. No oitavo game, o italiano se aproximou de devolver o break, mas deixou escapar as três chances que conseguiu, para na sequência perder novamente o saque e o jogo.

Berrettini não apenas levou a pior nas bolas não forçadas (21 a 23), mas também cometeu 10 erros não forçados a mais que o suíço (27 a 17), amargando assim sua segunda derrota na competição e praticamente dando adeus às chances de avançar para as semifinais.

Comentários