Notícias | Outros
Congresso reuniu palestrantes e técnicos em Curitiba
19/11/2019 às 12h45

Oito especialistas dividiram seus conhecimentos com 180 técnicos.

Foto: Divulgação

Curitiba (Paraná) - Durante o feriado de Proclamação da República, o Clube Curitibano recebeu mais uma edição do Congresso Brasileiro de Tênis. Entre 15 e 17 de novembro, aproximadamente 180 treinadores prestigiaram as apresentações de oito especialistas do tênis brasileiro: Jaime Oncins, Michel Milistetd, Ludgero Braga Neto, Hugo Daibert, Enrique Perez, Luiz Peniza, Mauricio de Matos e Caio Cortela.

“O evento foi uma oportunidade interessante de trocar informações com os treinadores. Todos interagiram bastante, nas horas de almoço e coffee break, falamos sobre tênis e as coisas que vêm acontecendo, o que poderia ser feito para mudar ou acrescentar. No tênis não existe magia, não existe invenção, nada disso. Existe é a adaptação do jogador a determinadas situações, conforme seu estilo”, disse Oncins.

“A organização foi muito boa. No ano passado, tivemos um Congresso da ITF, que foi um sucesso, e agora vemos como tudo fica mais fácil quando temos uma estrutura como a do Clube Curitibano, que disponibilizou quadras cobertas e o teatro”, comentou Enrique Perez.

“A Federação se sente muito contente em receber e finalizar o III Congresso Brasileiro, que foi um sucesso pelo grande número de participantes. Não tanto em números, mas na qualidade dos que estiveram presentes, seja palestrando ou escutando, trocando muitas experiências durante o Coffee Break. São pessoas com muito potencial crítico, que entendem e avaliam muito bem o que lhes é passado. As apresentações foram excelentes, dentro dos temas que foram relacionados e coerentes com as direções escolhidas pelos palestrantes. De nós da Federação, fica o agradecimento à organização, ao Caio, que trabalhou duro para fazer o evento ser o melhor possível e se empenha muito no Departamento de Capacitação, ao time da FPT que colaborou antes e durante esses dias. Esperamos que esse Congresso plante uma semente, e que essa semente no futuro possa germinar, dando muitos frutos ao tênis paranaense”, comentou Silvio Pinheiro de Souza, presidente da Federação Paranaense.

Veja as fotos
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis