Notícias | Dia a dia
Djokovic garante estar longe de pensar em parar
01/12/2019 às 11h53

Belgrado (Sérvia) - O sérvio Novak Djokovic não esconde que pretende buscar o máximo possível de recordes enquanto seguir atuando no circuito profissional. Para isso, ele espera conseguir jogar ainda por muitos anos enquanto o corpo permitir, tomando de exemplo o suíço Roger Federer, que continua vencendo mesmo já com 38 anos de idade.

“Vocês vão me ver por muitos anos”, avisa o sérvio de 32 anos, que fechou a temporada com cinco títulos conquistados, sendo dois deles de Grand Slam (Australian Open e Wimbledon). Com isso ele alcançou 16 taças nos quatro principais torneios do circuito e se aproximou do recorde de 20 de Federer.

Ainda se sentindo em grande forma, Djokovic não se coloca limites. “Acho que gostaria de jogar tênis por muito tempo mais. Não sei quanto tempo isso vai ser, mas espero que seja bastante. Então, espero que vocês continuem me vendo por muitos anos mais”, completou o vice-líder do ranking.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis