Notícias | Dia a dia
Nishikori quer voltar no AO, mas não irá se apressar
02/12/2019 às 13h58

Tóquio (Japão) - Afastado do circuito desde a eliminação no US Open, o japonês Kei Nishikori vem se recuperando do procedimento cirúrgico para retirar dois pequenos esporões ósseos do cotovelo direito e espera poder voltar a tempo de disputar o Australian Open. Contudo, ele avisa que não irá apressar a recuperação apenas para jogar o primeiro Grand Slam do ano.

“Está indo bem e começarei a bater as bolas em duas ou três semanas. Espero jogar o Australian Open, mas não vou fazer um esforço exagerado para isso”, afirmou Nishikori, que em 2020 terá a chance de disputar os Jogos Olímpicos dentro de casa. Em Tóquio, ele tentará algo além do bronze conquistado no Rio 2016.

No período de afastamento, Nishikori encerrou a parceria com o treinador de uma década Dante Bottini e anunciou como substituto o bielorrusso Max Mirnyi, ex-número 1 do mundo nas duplas e dono de 10 títulos de Grand Slam, seis nas duplas masculinas e quatro nas mistas. Ele fechou a temporada na 13ª colocação do ranking, fez três semis em 2019 e conquistou o título em Brisbane.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis