Notícias | Dia a dia
Sanção olímpica pode não afetar tenistas russos
09/12/2019 às 10h05

Londres (Inglaterra) - A semana começou agitada nos esportes olímpicos com o anúncio feito pela Agência Mundial Antidoping (Wada), que baniu a Rússia de competições oficiais por quatro anos devido aos escândalos de doping evolvendo atletas do país. Com isso, a nação ficará de fora dos Jogos Olímpicos de 2020, da Copa do Mundo de 2022 e das Olimpíadas de Inverno de 2022.

Contudo, há uma abertura para que atletas russos possam participar dos principais eventos do esporte mundial mesmo com a punição imposta à sua nação, podendo competir como atletas independentes. Para que isso aconteça, eles não poderão estar envolvidos nas supostas fraudes de teste antidoping.

Testados durante o ano pela ITF nos torneios ao redor do mundo, os tenistas russos são exemplo daqueles que poderão contornar a sansão e assim entrar em quadra para a disputa dos Jogos de Tóquio em 2020, apenas não podendo competir sob a bandeira de seu país.

A Rússia tem 21 dias para recorrer da decisão à Corte Arbitral do Esporte (CAS), tentando se defender da pena aplicada pela Wada, cujo comitê aprovou por unanimidade aplicada aos russos, alegando que a Agência Antidoping Russa (Rusada) teria falsificado dados dos controles antidoping entregues à entidade no início do ano.

Doping russo é problema recorrente

Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, a Rússia foi excluída do atletismo, mas escapou da proibição total. A delegação que veio ao Brasil foi submetida a critérios mais rigorosos antidoping, incluindo a proibição a atletas pegos em exames anteriores, mesmo aqueles que já haviam cumprido sua punição.

Em fevereiro do ano passado, presidente do Comitê Olímpico Russo (ROC), Alexander Jukov, anunciou o fim da suspensão da Rússia, imposta pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que fez os atletas do país competirem sob bandeira olímpica nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coréia do Sul, sem poder usar uniformes nacionais ou ouvir o hino russo durante as premiações e cerimônias.

A suspensão vigorou após relatório da Agência Mundial Antidoping revelar um vasto escândalo de doping institucionalizado no país, os russos conseguiram retirar a punição através do COI, mas agora novamente foram suspensos pela Wada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis