Notícias | Dia a dia
Pliskova salva match point e enfim supera Osaka
11/01/2020 às 06h52

Tcheca acabou com uma invencibilidade de 14 jogos da rival japonesa

Foto: Divulgação

Brisbane (Austrália) - A série invicta de 14 jogos de Naomi Osaka chegou ao fim neste sábado. A japonesa foi eliminada na semifinal do WTA Premier de Brisbane e sofreu sua primeira derrota desde o US Open. Melhor para Karolina Pliskova, que garantiu vaga na decisão do torneio australiano ao superar Osaka com parciais de 6/7 (10-12), 7/6 (7-3) e 6/2 em batalha de 2h48. A tcheca chegou a salvar um match point no segundo set.

O resultado também faz com que Pliskova sustente a vice-liderança do ranking, já que Osaka é a atual quarta colocada e poderia tomar a posição em caso de título. Dessa forma, a tcheca será a segunda cabeça de chave do Australian Open, que começa no dia 20 de janeiro, e só enfrentaria a número 1 Ashleigh Barty em uma possível final.

Pliskova tem ótimo retrospecto em Brisbane. A tcheca de 27 anos já venceu a competição em 2017 e 2019. Ela busca o 16º título de WTA de sua carreira, que ainda não conta com um troféu de Grand Slam. A vitória sobre Osaka, atual campeã do Australian Open, foi a terceira da tcheca em cinco confrontos diante da japonesa.

As duas jogadoras tiveram ótimos desempenhos no saque. Pliskova disparou 15 aces, contra 16 de Osaka. Pesou contra a japonesa seu baixíssimo aproveitamento nos break points, já que ela aproveitou apenas uma das 13 oportunidades que teve, enquanto a tcheca conseguiu três quebras, sendo duas no terceiro set. Osaka chegou a sacar para o jogo na segunda parcial, mas perdeu o match point e teve o serviço quebrado antes de permitir a virada à rival.

A adversária de Pliskova na final marcada para à 1h da manhã (de Brasília) deste domingo será a norte-americana Madison Keys, número 13 do mundo, que evitou um confronto tcheco ao derrrotar Petra Kvitova por 3/6, 6/2 e 6/3. Keys, de 24 anos, tem cinco títulos de WTA na carreira. Ela e Pliskova jamais se enfrentaram.

A final de duplas terá Ashleigh Barty ao lado da holandesa Kiki Bertens contra a tcheca Barbora Strycova e a taiwanesa Su-Wei Hsieh. O jogo começa às 23h (de Brasília) deste sábado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis