Notícias | Dia a dia | Australian Open
Federer é multado por falar palavrões em quadra
29/01/2020 às 07h19

Melbourne (Austrália) - O uso de palavras de baixo calão em quadra não custou apenas uma advertência verbal a Roger Federer. A Federação Internacional de Tênis (ITF) aplicou uma multa de US$ 3 mil ao suíço por ter utilizado linguagem obscena durante a partida contra o norte-americano Tennys Sandgren pelas quartas de final do Australian Open.

Federer venceu o jogo por 6/3, 2/6, 2/6 7/6 (10-8) e 6/3 e salvou sete match points na partida que durou 3h31. Durante o jogo, uma das juízas de linha identificou uma expressão de baixo calão dita em voz alta pelo suíço e comunicou o caso à árbitra de cadeira, a sérvia Marijana Veljovic, que advertiu o número 3 do mundo ainda em quadra.

Segundo a ITF, esta é apenas a segunda vez que Federer é multado por mau comportamento em um Grand Slam. A outra vez foi por conta de uma discussão com o árbitro na derrota para Juan Martin del Potro na final do US Open de 2009.

Federer conta que tentou misturar as línguas que fala, como inglês, francês e o alemão. "Foi uma mistura", disse aos jornalistas após a partida. "Ela [a juíza de linha] claramente também fala essa mistura. Não sabia disso. Da próxima vez voi checar os juízes de linha". De acordo com o jornal NZ Herald, a árbitra de linha em questão mora na Suíça.

"Honestamente, acho que é normal ficar frustrado depois de um ponto, ainda mais num jogo que durou 15 horas", argumentou o suíço, exagerando quanto à duração da partida. "Não é como se eu tivesse gritado algo para o estádio inteiro ouvir, mas tudo bem. Eu aceito".

"Antes nós podíamos falar com os juízes de linha. Hoje em dia eles me dizem: 'Vá falar com o árbitro'. Atravessei a quadra porque eles não têm permissão para falar com os jogadores".

Comentários