Notícias | Dia a dia
Monteiro tira Coric na melhor vitória em quatro anos
12/02/2020 às 23h02

Thiago Monteiro tenta repetir a semifinal que conquistou em Quito há exatos dois anos

Foto: Arquivo

Buenos Aires (Argentina) - O cearense Thiago Monteiro obteve nesta quarta-feira sua maior vitória desde julho de 2016, ao derrotar o atual 31º do ranking, o croata Borna Coric, e avançar para as quartas de final do ATP 250 de Buenos Aires. O canhoto brasileiro anotou as parciais de 6/4 e 7/6 (8-6 no tiebreak).

Esta será a primeira presença de Monteiro nas quartas de um torneio de nível ATP desde o 500 de Hamburgo, em julho de 2018. Até hoje, sua única semifinal em torneios dessa envergadura aconteceu no 250 de Quito, em fevereiro também de 2018.

Monteiro não vencia um tenista de ranking tão bom desde que eliminou o francês Gilles Simon, no saibro de Gstaad, em julho de 2016. Pouco antes, ele havia obtido sua única vitória sobre um top 10 no Rio Open em cima de Jo-Wilfried Tsonga.

Seu adversário de sexta-feira proporciona boa oportunidade para o canhoto cearense avançar, já que o português Pedro Sousa havia perdido no qualificatório, mas entrou de última hora com o abandono do chileno Cristian Garin. Nesta quarta, o 145º do ranking passou pelo eslovaco Jozef Kovalik, 129º colocado, por 7/6 (7-3) e 7/6 (7-5).

Campeão do challenger de Punta del Este há duas semanas, Monteiro aparece nesta semana no 92º lugar e pode avançar até o 85º com a campanha até aqui. Se avançar à semi, há grande chance de voltar ao top 80 e ficar perto de seu recorde pessoal, que foi o 74º posto em fevereiro de 2017.

Reação após início nervoso
Monteiro demorou para achar o ritmo e perdeu logo seu primeiro game de serviço da partida, mas rapidamente reagiu e a partir daí se mostrou muito mais consistente do que Coric, que não vive um grande momento. Começou a temporada 2020 com vitória em cima de Dominic Thiem na ATP Cup, mas daí em diante perdeu três jogos sem ganhar set.

O brasileiro não apenas conseguiu outra quebra para ir a 4/2 como sacou com qualidade, permitindo apenas dois pontos a Coric quando esteve com o serviço até o fim do set. Foram 75% de primeiros saques em quadra e 83% de sucesso.

Ex-12º do ranking, Coric subiu de nível no segundo set e, apesar de games bem mais equilibrados, os tenistas seguiram sem quebra. Com 4/5, o brasileiro passou aperto ao permitir 0-30, porém jogou com coragem na hora certa. A definição foi ao tiebreak e novamente Monteiro mostrou mais firmeza. Chegou a ter um primeiro match-point, que desperdiçou com smash errado, mas não se abateu e confirmou a vitória na segunda oportunidade.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis