Notícias | Dia a dia
Últimas campeãs, Halep e Kerber apoiam cancelamento
01/04/2020 às 16h11

Kerber estará com 33 anos na próxima edição de Wimbledon, em julho de 2021

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Logo após a confirmação de que a edição 2020 de Wimbledon foi cancelada, as duas últimas campeãs do torneio se manifestaram por meio de suas redes sociais. A romena Simona Halep e a alemã Angelique Kerber lamentaram o fato, mas apoiaram a decisão dos organizadores. Todo o circuito profissional do tênis está suspenso até 13 de julho devido à pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Vencedora na temporada passada, Halep foi uma das primeiras a se manifestar sobre o assunto. A romena de 28 anos e número 2 do mundo ainda guarda com carinho a vitória contra Serena Williams na última edição e já pensa no ano que vem. Lembrando que Wimbledon já anunciou que o torneio de 2021 será entre 28 de junho e 11 de julho.

"É muito triste ouvir que Wimbledon não acontecerá este ano. A final do ano passado será para sempre um dos dias mais felizes da minha vida! Mas estamos passando por algo maior que o tênis e logo Wimbledon estará de volta! E isso significa que ainda tenho mais tempo para defender meu título", afirmou Halep, que está arrecadando fundos para abastecer os hospitais na Romênia.

Kerber escreveu uma mensagem mais longa em seus perfis no Twitter e Instagram. Para a alemã de 32 anos e atualmente apenas no 21º lugar do ranking, os cancelamentos de Wimbledon e de torneios que aconteceriam em solo alemão, além do adiamento das Olimpíadas para 2021, representam um grande baque.

"Há algumas semanas, eu ainda tinha a esperança de ter algum controle sobre o meu calendário. Mas desde então, muita coisa mudou", disse Kerber que ainda se recupera de uma lesão na coxa esquerda e já havia desistido de Indian Wells e Miami antes da pandemia. "No início da temporada, eu estava ansiosa para muitas coisas. As Olimpíadas significam o mundo para mim e disputar Wimbledon sempre foi minha maior fonte de motivação".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Only a few weeks ago, I still had the illusion of control over my schedule. Since then, a lot has changed. Going into the new season, I was looking forward to many highlights. The @olympics, for example, mean the world to me… and the thought of playing @wimbledon has always been the biggest source of my motivation! It goes without saying that I’m heavy hearted that the cancellation of the grass court season also means that I won’t be able to play in front of my home crowd in Bad Homburg and Berlin… It’s disappointing for me but also for all those who put their heart and soul into these events and for the fans who love our sport and support us players all year round. But I also know very well that there are more important things that we have to focus on right now and that professional sports have to take a step back for a while. I am sure that this phase has the potential to strengthen our community, because sport unites - in good and in bad times. And once this has passed, it may even help us appreciate our everyday routines and the beauty of our sport even more than before. Thanks to everyone who is working 24/7 to get us through this uncertain time. Love, Angie ❤️ #staystrong

Uma publicação compartilhada por Angelique Kerber (@angie.kerber) em

"Também fico com o coração pesado com o cancelamento de toda a temporada de grama, porque significa que não poderei jogar na frente da minha torcida em Bad Homburg e Berlim. É decepcionante para mim, mas também para todos aqueles que colocam seu coração e alma nesses eventos e para os fãs que amam nosso esporte e apoiam as jogadoras durante todo o ano", acrescentou a ex-número 1 do mundo e vencedora de três Grand Slam.

"Mas também sei muito bem que há coisas mais importantes nas quais temos que nos concentrar agora e que os esportes profissionais precisam parar por um tempo", avaliou a experiente jogadora. "Estou certa de que esta fase tem potencial para fortalecer nossa comunidade, porque o esporte se une nos bons e nos maus momentos. E uma vez que isso tenha passado, pode até nos ajudar a apreciar nossas rotinas diárias e a beleza do nosso esporte ainda mais do que antes. Muito obrigada a todos que trabalham a cada dia para nos guiar nesse momento de incerteza".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva