Notícias | Dia a dia
ITF e Cosat também seguem paradas até julho
01/04/2020 às 17h36

Para o presidente da ITF, a prioridade é preservar o bem estar dos jogadores

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Logo após o cancelamento de Wimbledon e da divulgação da nota conjunta da ATP e WTA, suspendendo as competições do circuito profissional até 13 de julho, a Federação Internacional de Tênis (ITF) e a Confederação Sul-Americana de Tênis (Cosat) acompanharam as decisões e prolongaram o período de paralisação de seus respectivos circuitos.

A ITF trata dos torneios profissionais de nível que abrigam os jogadores de ranking mais baixo, de US$ 15 mil a US$ 25 mil para os homens e de US$ 15 mil a US$ 100 mil para mulheres. Além disso, a Federação Internacional ainda cuida do circuito mundial juvenil de 18 anos, e dos torneios de sêniors e cadeirantes.

"Proteger a saúde e o bem-estar de todos os envolvidos no tênis e do público em geral tem sido e continua sendo nossa prioridade", diz David Haggerty, presidente da ITF. "Reconhecemos o impacto significativo que essas decisões terão no esporte e não as tomamos de ânimo leve. No entanto, devemos continuar a ser guiados por especialistas e evidências".

"Nosso esporte está em um território desconhecido, mas estamos comprometidos em adotar uma abordagem proativa e responsável para encarar os desafios que estamos enfrentando", acrescentou o dirigente norte-americano.

Já a Cosat trata de todos os torneios juvenis das categorias 12, 14 e 16 anos no circuito Sul-Americano e também suspendeu com efeito imediato as suas competições. "Essa decisão implicará a reprogramação de todos esses eventos e das Giras Europeias que ocorreriam durante esse período", diz a nota oficial da entidade. 

"Estamos atentos à evolução da situação de saúde e logística nos diferentes países para estarmos preparados para os diferentes cenários que aparecem ao longo do tempo. Pode haver mais mudanças no futuro, mas por enquanto os torneios agendados para acontecer depois de 13 de julho ainda estão em vigor".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva