Notícias | Dia a dia
Federer revela não estar treinando durante a pausa
22/05/2020 às 08h52

Basileia (Suíça) - Afastado do circuito desde a eliminação nas semifinais do Australian Open, único torneio que disputou em 2020, o suíço Roger Federer passou por uma artroscopia no joelho direito e iria retornar às quadras na temporada de grama, mas por causa do coronavírus agora já não sabe exatamente quando poderá jogar novamente.

Esta falta de perspectiva fez com que o atual número 4 do mundo deixasse um pouco de lado o tênis neste momento. “Eu não estou treinando no momento porque, para ser honesto, não vejo uma razão para isso. Eu estou feliz com meu corpo agora e ainda acredito que a volta do circuito está muito longe”, contou o tenista da Basileia em matéria do Globoesporte.com.

“Acho que é importante para minha cabeça, nesse momento, aproveitar essa parada depois de jogar tanto tênis. Não sinto tanto falta e sei que eventualmente vou ter maior dificuldade quando estiver próximo de voltar e tiver um objetivo pelo qual treinar”, complementou Federer.

O suíço também tentou projetar o que pode ser o tênis no circuito e acredita que jogar sem público seja uma possibilidade, mas deixou claro que não gostaria que fosse assim. “Numa visão minha, não consigo ver um estádio vazio e espero que isso não aconteça. Mesmo que na maioria das vezes em que estamos treinando não tenha ninguém, esteja tudo quieto, em silêncio”, observou.

“É claro que é possível jogar sem nenhum torcedor. Mas, por outro lado, eu realmente espero que o circuito possa voltar como é normalmente. Que a gente possa esperar o tempo apropriado para voltar no modo normal de novo. Ao menos com um terço do estádio ou ele cheio pela metade. Mas, para mim, completamente vazio ao jogar em grandes torneios é muito difícil”, finalizou o suíço.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva