Notícias | Dia a dia
Vídeo de Federer causa polêmica na Austrália
28/05/2020 às 14h30

Suíço gravou vídeo em homenagem a apresentador famoso por declarações preconceituosas

Foto: Arquivo

Sydney (Austrália) - A participação de Roger Federer e de outras estrelas do esporte num vídeo que homenageia a trajetória de um âncora de rádio está causando polêmica na Austrália. Isso porque o apresentador Alan Jones, que está deixando a função depois de 35 anos de carreira, se notabilizou nos últimos anos por uma série de declarações preconceituosas.

"Olá, Alan. Aqui é o Roger. Parabéns por sua incrível carreira de 35 anos na mídia. Desejo o melhor para você daqui para frente. Tudo de bom. Cuide-se", disse Federer no vídeo, foi exibido pela emissora de TV Sky News. O também ex-número 1 do tênis Lleyton Hewitt e a lenda do atletismo Usain Bolt também mandaram mensagens parecidas ao apresentador de 79 anos.

Tão logo essas imagens foram ao ar, veículos de imprensa da Austrália relembraram o histórico controverso de Jones. O apresentador já fez declarações ofensivas aos povos indígenas australianos, incitou protestos violentos contra negros e teceu comentários misóginos contra a ex-Primeira Ministra australiana Julia Gillard, a prefeita de Sydney Clover Moore e a atual Primeira Ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern.

Há apenas uma semana, a agência governamental Australian Communications and Media Authority (ACMA) exigiu direito de resposta a Jones que teria "violado as regras de decência" em comentário a respeito de Jacinda Ardern e por veicular informações imprecisas sobre as mudanças climáticas. Desde o ano passado, Jones comandava um programa matinal na rádio 2GB. Segundo a ACMA, a atração já rendeu 125 reclamações.

O vídeo com a participação de Federer foi retirado do canal da Sky News no YouTube. As imagens também foram excluídas das redes sociais do próprio apresentador e da rádio onde ele trabalhava.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva