Notícias | Outros
Guga assina manifesto de atletas pela democracia
03/06/2020 às 15h10

Florianópolis (SC) - Tricampeão de Roland Garros e ex-número 1 do mundo, Gustavo Kuerten se juntou ao manifesto 'Esporte pela Democracia', assinado por diversas personalidades do esporte brasileiro. Entre as pautas defendidas pelo movimento estão o combate ao racismo e a busca por uma sociedade mais justa, igualitária e que respeite a vida e a diversidade.

"Nós, atletas, ex-atletas e profissionais ligados ao esporte, somos cidadãos brasileiros antes de tudo. Estamos afinados com o pensamento de diversas categorias e nos juntamos às vozes que pactuam com a democracia, com os direitos humanos e civis, e com o respeito à vida e à diversidade", diz a nota assinada pelos integrantes do grupo.

"Estamos unidos em nome daquilo que sempre acreditamos e praticamos em nossas profissões e deve se estender sem restrições ao exercício cotidiano: o direito supremo à vida, a uma sociedade justa, igualitária e antirracista em nome do bem-estar e da dignidade para todos", seguiu o comunicado.

"O sonho de todo atleta é representar o seu país. Estamos então aqui hoje para reconvocar a lucidez, diante da questão inadiável: que Brasil é esse que queremos trazer na camisa e chamar de nosso?", complementaram os signatários do manifesto, que afirmam que o grupo não irá estabelecer um líder e que as vozes de todos terão o mesmo peso.

Estão entre os que assinaram a carta os jogadores e ex-jogadores de futebol Casagrande, Raí, Grafite e Igor Julião, além de nomes do vôlei como Ana Moser, Fabi, Isabel, Fernanda Garay, Sérgio Escadinha e Pedro Solberg. A ex-nadadora Joanna Maranhão, o treinador de natação Arilson Silva e jornalistas esportivos como Lúcio de Castro e José Trajano também demonstraram apoio ao movimento.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Gustavo Kuerten (@gugakuerten) em

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva