Notícias | Dia a dia
'Briga de Serena com juiz ajudou tênis', diz técnico
09/06/2020 às 11h52

Nice (França) - A polêmica discussão da norte-americana Serena Williams com o juiz de cadeira português Carlos Ramos na final do US Open de 2018 voltou à tona graças ao técnico da ex-número 1 do mundo. Em entrevista ao Daily Mail, o francês Patrick Mouratoglou revelou ter uma visão bem diferente da repercussão do fato. 

Para o treinador, a polêmica gerada foi positiva para o tênis, pois levou toda a atenção para a modalidade. “Carlos Ramos fez um péssimo trabalho, mas essas coisas acontecem. As pessoas erram. Todos os treinadores fazem 'coaching' das bancadas, disparou Mouratoglou. 

“Não é confortável estar no olho do furacão como eu estive naquela situação, mas eu nunca fico assustado. Até estava bastante relaxado. Não fiz nada de mal, apenas fiz aquilo que todos os treinadores fazem ao longo do ano”, complementou o francês. 

“Insisto que foi muito bom para a modalidade. Ficou tudo meio desconfortável junto da família da Serena, mas depois tudo se resolveu. Naquele momento eu lhes disse: ‘Foi um dos piores dias da carreira da Serena, mas foi ótimo para o tênis’. Acho que foi muito bom para a modalidade”, finalizou o técnico da caçula das irmãs Williams. 

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva