Notícias | Dia a dia
Wimbledon garante estar financeiramente estável
29/06/2020 às 12h02

Com torneio cancelado, complexo de Wimbledon ficou vazio nesta segunda-feira

Londres (Inglaterra) - Wimbledon deveria ocorrer de 29 de junho a 12 de julho, mas acabou cancelado pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial por causa da pandemia do coronavírus. O prejuízo acabou minimizado graças a uma apólice de seguro contra pandemia do All England Club, que protegeu o evento de perdas de até 250 milhões de libras (R$ 1,66 bilhão)

Embora a cobertura não esteja mais disponível no próximo ano, o executivo-chefe Richard Lewis garante que o seguro para este ano mantém as contas em dia. “Ainda estamos em uma posição muito boa - o que é uma coisa um pouco estranha de se dizer quando você acaba de cancelar o campeonato - mas estamos financeiramente muito estáveis", disse para a BBC.

"Quando eu comecei em 2012, havia alguns sinais de que as coisas não estavam no nosso seguro como doenças transmissíveis como Sars e gripe suína", lembrou Lewis, que então ampliou o seguro do torneio. "Estou otimista de que o excedente (pagamento anual à LTA) será muito bem protegido e, portanto, o impacto será um pouco minimizado”, complementou o dirigente do torneio.

Lewis está em seu último ano comandando o Grand Slam britânico, abrindo caminho para Sally Bolton no final de julho. Ainda assim, seus pensamentos já se voltaram para a disputa de Wimbledon em 2021, que se necessário pode acontecer a portas fechadas.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva