Notícias | Dia a dia
Sem Wimbledon, produtores de morango sofrem impacto
29/06/2020 às 13h30

Londres (Inglaterra) - Quando a Covid-19 forçou o cancelamento de eventos de verão como Wimbledon, juntamente com todos os casamentos, os cultivadores de morango estavam preocupados com suas vendas. Fornecedores exclusivos dos 'morangos de Wimbledon', a Hugh Lowe Farms, em Kent, falou sobre o assunto para a Horticulture Week.

“Estamos comprometidos com a colheita, que deve atingir o pico no tempo para Wimbledon 2020 e estamos procurando maneiras de atrasar a colheita na esperança de encontrar alternativas e destinos para quase 30.000 kg de morangos, como supermercados, lojas agrícolas locais e lojas independentes”, disse Marion Regan, a proprietária da fazenda.

Produzindo desde 1893, a Hugh Lowe Farms cultiva morangos, framboesas e amoras e é o único fornecedor de morangos para Wimbledon, produzindo 33 toneladas em 2019. De acordo com a reportagem, houve um aumento de 20% nas vendas de morango no varejo, ajudando a compensar as perdas com a ausência de Wimbledon.

Outra questão envolvendo a pandemia que afetou os produtores de morangos é a escassez de mão de obra, uma vez que boa parte dela vem de fora da Inglaterra. Para superar isso, seis voos fretados com 450 trabalhadores romenos estão sendo transportados para ajudar a Grã-Bretanha na colheita.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva