Notícias | Dia a dia
Primeira-ministra sérvia isenta Djokovic de culpa
29/06/2020 às 19h33

Primeira-ministra diz que o torneio só aconteceu porque o governo deu aval

Foto: Arquivo

Belgrado (Sérvia) - A primeira-ministra da Sérvia, Ana Brnabic, isentou Novak Djokovic de culpa pelos casos de coronavírus ocorridos durante o Adria Tour. O circuito promovido por Djokovic teve etapas em Belgrado e também em Zadar, na Croácia, e já teve nove pessoas diagnosticadas com a Covid-19. Brnabic diz que a responsabilidade é do governo, por ter autorizado o evento.

"Meu total apoio a Novak Djokovic. Ele tentou fazer algo de bom, não apenas para nós na Sérvia, mas para toda a região. Ele deixou de lado todas as questões políticas para arrecadar dinheiro para ajudar tenistas mais jovens e para causas humanitárias", disse Brnabic, por meio de um comunicado.

+ Com positivo de Djoko, Adria Tour acaba cancelado
+ Troicki e esposa também são infectados pelo vírus
+ 'Ninguém poderia prever surto', diz federação croata

"Eu adoraria que a culpa fosse colocada em mim, como primeira-ministra, e que deixassem o Novak em paz. A culpa é nossa. Fomos nós quem relaxamos as medidas de isolamento. Se não tivéssemos feito isso, o torneio não teria acontecido", acrescentou a primeira-ministra.

Djokovic e sua esposa, Jelena, foram diagnosticados com coronavírus após a etapa de Zadar do torneio. Outros três jogadores foram contaminados, Grigor Dimitrov, Borna Coric e Viktor Troicki. Na equipe de Djokovic, o técnico Goran Ivanisevic e o preparador físico Marko Paniki também contraíram a doença. Também se infectaram a esposa de Troicki, Alexandra, e o técnico de Dimitrov, Christian Groh.

+ Djokovic admite o erro em promover aglomerações
+ Torneio de Djokovic não tem máscara, nem restrições
+ Para Soares, Djokovic protagonizou 'show de horror'

Os eventos foram marcados por polêmicas. Isso porque as partidas aconteceram com público nos estádios e os jogadores participaram de uma série de atividades promocionais extra-quadra, como festas, jantares, clínicas com crianças, jogos de futebol e basquete. Foram poucos os protocolos de distanciamento e comum ver pessoas circulando sem máscara nas arquibancadas. As etapas previstas para Montenegro e Bósnia e Herzegovina foram canceladas.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva