Notícias | Dia a dia
López critica mau exemplo dado por torneio de Djoko
30/06/2020 às 12h02

Madri (Espanha) - Continua a repercussão da série de casos positivos de coronavírus nos tenistas que participaram da série de eventos do sérvio Novak Djokovic, que foi interrompida justamente na metade, após o grande número de contaminados. Agora foi a vez do espanhol Feliciano López criticar o líder do ranking e a falta de cuidados do Adria Tour.

Para o espanhol, que além de jogador também atua como dirigente do Masters 1000 de Madri, faltou um pouco de bom-senso. “O que Djokovic fez não ajuda, acho que ele poderia ter feito melhor, como número 1 do mundo tem que dar um exemplo diferente daquele que foi dado”, falou López em entrevista ao programa El Partidazo da Cadena Cope.

“Os políticos e as autoridades sanitárias que autorizaram a realização do evento com 4 mil pessoas nas arquibancadas e sem máscara também têm uma grande parte da responsabilidade pelo que aconteceu lá. Mas também além do torneio, eles jogaram futebol e foram para festas que eram evitáveis”, complementou o canhoto de Toledo.

López acredita que o que aconteceu com os eventos de Djokovic não é bom sinal para a volta do circuito. “O mais importante é a segurança das pessoas e que não haja contágios, por isso são necessários protocolos rígidos. Espero que as pessoas não fiquem com esta imagem do tênis”, lamentou o espanhol.

“Agora no regresso às competições, o protocolo do US Open é bem exigente e o nível de medidas de segurança será alto. Contudo, muitos jogadores podem discordar e dizer que não nos podem submeter a este controlo tão restrito”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva