Notícias | Dia a dia
Casos aumentam nos EUA e 5 torneios são cancelados
06/07/2020 às 19h13

Torneio que aconteceria no início de agosto em Lexington foi um dos cancelados

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Cinco torneios profissionais do circuito da ITF que aconteceriam nos Estados Unidos em agosto foram cancelados por conta do aumento no número de casos de coronavírus no país. Segundo a Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA), a decisão divulgada nesta segunda-feira tem como objetivo preservar a saúde e a segurança de todas as pessoas envolvidas nesses eventos.

No circuito feminino, dois torneios ITF de US$ 100 mil seguidos foram cancelados. O primeiro aconteceria em Lexington, no estado do Kentucky, a partir de 3 de agosto. Na semana seguinte, aconteceria um torneio de mesmo porte em Landisville, na Pensilvânia.

+ 'US Open deveria ser cancelado', diz Henri Leconte
+ ATP define os 11 primeiros challengers do 2º semestre
+ Circuitos Challenger e ITF já têm datas de retorno

Já na semana de 17 de agosto, foram cancelados dois torneios masculinos e um feminino. O evento das mulheres, de US$ 60 mil, seria realizado em Concord, no estado de Massachusetts. Já os torneios masculinos seriam de US$ 25 mil em Decatur (Illinois) e Memphis (Tennesse).

Os novos cancelamentos de torneios que aconteceriam nos Estados Unidos ligam o alerta para a retomada do circuito. Enquanto a temporada da WTA será retomada no saibro europeu, a partir de 3 de agosto em Palermo, o circuito da ATP reinicia justamente nos Estados Unidos, no dia 14 de agosto em Washington.

O US Open segue marcado para começar no dia 31 de agosto em Nova York. A cidade também receberá o Masters 1000 de Cincinnati, excepcionalmente transferido de sede nesta temporada. Dois challengers em Orlando também estão programados para agosto.

País tem registrado aumento no número de casos da Covid-19
Números da Universidade Johh Hopkins mostram que os Estados Unidos estão com 2,9 milhões de casos confirmados da Covid-19 e mais de 130 mil mortes. Desde o início da pandemia até o dia 24 de junho, o país nunca havia registrado mais de 40 mil casos da doença em um único dia e o recorde anterior no número de casos era de 36,4 mil obtido ainda em abril.

Mas o cenário mudou nas últimas duas semanas, com uma alta no número de casos. Por ter três dias seguidos, o país registrou mais de 50 mil novos infectados pela Covid-19. O novo recorde em um único dia foi marcado na última quinta-feira, dia 2 de julho, com mais de 54,5 mil casos da doença.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva