Notícias | Dia a dia
WTA tenta manter seus fortes torneios na China
09/07/2020 às 19h27

Principal evento do calendário, WTA Finals corre risco de ser cancelado

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Em meio às notícias de que a China irá cancelar todos os eventos esportivos internacionais até o fim do ano, como forma de evitar uma nova onda de transmissões do coronavírus pelo país, a WTA se manifestou por meio de nota dizendo que ainda espera manter esses torneios no calendário.

O principal evento do ano é o WTA Finals, marcado para Shenzhen a partir de 9 de novembro. Cidades como Pequim e Wuhan também recebem etapas importantes, de nível Premier Mandatory (1.000 pontos) e Premier 5 (900 pontos). Outros torneios marcados para a China aconteceriam em Nanchang, Zhengzhou, Guangzhou e Zhuhai.

+ China cancela todos eventos internacionais em 2020
+ WTA leva torneio de Washington para Lexington
+ WTA prorroga inscrições para torneio em Palermo

"Até onde sabemos, o relatório divulgado sobre eventos esportivos internacionais na China ainda não representa uma decisão final", diz a nota da entidade que comanda o circuito feminino. "A WTA continua a trabalhar em estreita colaboração com nossos eventos na China e com a Associação Chinesa de Tênis (CTA)".

"Estamos mantendo o calendário provisório da WTA e avisaremos quando quando tivermos mais informações", reforçou o comunicado. A temporada do circuito feminino será retomada no dia 3 de agosto, na cidade italiana de Palermo. Na semana seguinte, acontecem torneios em Praga (República Tcheca, no saibro) e Lexington (EUA, no piso duro). O Premier 5 de Cincinnati foi transferido para Nova York e o US Open começa em 31 de agosto.

Confira o calendário atualizado da WTA.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva