Notícias | Dia a dia
Australiano afirma que o 'Big Four' é um mito
01/08/2020 às 14h10

Sydney (Austrália) - Principais nomes no circuito nos últimos anos, o suíço Roger Federer, o espanhol Rafael Nadal, o sérvio Novak Djokovic e o britânico Andy Murray venceram 59 dos últimos 65 Grand Slam e dominaram o posto de número 1 do mundo desde fevereiro de 2004, com nenhum outro tenista conseguindo alcançar o posto mais alto do ranking além dos quatro.

Contudo, para o australiano John Millman o termo ‘Big Four’ não é correto, pois deveria ser ampliado com a participação do suíço Stan Wawrinka, que tem três títulos de Grand Slam: o Australian Open de 2014, Roland Garros de 2015 e o US Open de 2016.

“O Big Four é um mito, deveriam ser cinco os grandes, colocando também Stan Wawrinka”, escreveu Millman em sua conta no Twitter, em resposta a uma mensagem do técnico Dani Vallverdú, que já trabalhou com Murray e atualmente está ao lado de Wawrinka.

Embora tenha o mesmo número de Grand Slam de Murray, Wawrinka não obteve a mesma consistência do britânico, que chegou a liderar o ranking por 41 semanas enquanto o suíço jamais passou da terceira colocação. Outra desvantagem do tenista de Lausanne é o número de títulos, conquistando 16 contra 46 do rival.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva